terça-feira, 15 de julho de 2008

The Mask - A Máscara


A máscara, certamente já todos assistiram ao filme...mas será que pensaram na mensagem que o filme pode conter!
Pois é este simples filme...cuja qualidade até pode ser discutível...contém uma mensagem muito interessante.
Quantos de nós na sua timidez precisariam de uma máscara como a do filme para poderem expressar-se sem tabus ou mesmo sem os seus receios pessoais. A máscara no filme liberta o que de mais íntimo, profundo e reprimido o personagem tem. O uso do subterfúgio de uma máscara é muitas vezes presença na nossa vida...quantas vezes pessoas que nós conhecemos se comportam de uma forma perante a pessoa A, e perante a pessoa B tem uma atitude completamente diferente.
Quantas vezes como eu pensaram que seria preciso uma "máscara" para podermos expressar-nos à vontade, sem os receios de ouvir o NÃO! aquele que tanto custa ouvir e aceitar.
Actualmente há "máscaras" muito para além dum simples artefacto, hoje temos o telemóvel; a internet; os hi5...e todas as outras tecnologias que permitem o contacto com outras pessoas falando descomplexadamente e expressando sentimentos mesmo sem o contacto do olhar.
Para os reféns da timidez, onde me incluo, esta é uma óptima forma de nos expressarmos livremente...mas será o mais correcto?! onde fica a sensualidade das trocas de olhares na rua, no café, no trabalho...onde fica o charme...as conversas...claro que fazem muita falta. Infelizmente nem todos têm uma "Máscara de Loky"...e vivem nos seus receios de assumirem o que sentem...dizerem o que pensam abertamente e estarem preparados para ouvir o NÃO!
Mas fico contente de não ter essa máscara, pois quem me conhece sabe como sou, aceita-me como tal...e vivo realmente e não a hipocrisia de perante algumas pessoas ter que agir de uma maneira e perante outras agir de outra forma...HIPOCRISIA e grande FALSIDADE.
A vida por vezes é ingrata e injusta, mas acredito que com esforço para melhorar ela acabará por trazer a cada um o que mais deseja...mas claro que não se esqueçam que tem que fazer mais do que ficar sentados no sofá...
As máscaras da vida nunca devem ser usadas todos os dias, é importante que as tiremos e nos mostremos aos outros como somos...pois se usarmos a máscara todos os dias acabamos por ser nós a máscara...e a máscara ocupa o nosso lugar...temos uma personalidade própria com tudo o que ela trás.

3 comentários:

Joaninha disse...

Hum... está muito bonita esta msg, mas...... não concordo contigo na sua plenitude!! O nosso modo de agir para com os outros diverge sempre, pois está condicionado com o grau de afinidade que temos com essa pessoa e com a receptividade que ela nos dá.
Portanto, sermos diferentes de pessoa com pessoa está relacionado com muitos factores!
É a minha humilde opinião!! :)

Caroteno disse...

Claro, mas o sentido do post não se prende com os factores de proximidade...vai um pouco além disso. É claro quanto mais tempo conviveres com uma pessoa mais próximo será o grau de afinidade e o à vontade com que estás.
Contudo à situações em que imagina estão 3 pessoas a conversar...e nesse grupo o individuo A diz que esta cor é azul...mas se o mesmo individuo estiver noutro grupo social já é capaz de dizer que a cor é verde...é um sentido figurado claro mas certamente já presenciaste casos que se encaixem neste exemplo.

Joaninha disse...

ok.... já te entendi!! Fica lá com a bicicleta :)
quanto a presenciar isso que dizes.. nahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh... :p nunca vi tal!!