sexta-feira, 18 de julho de 2008

Speed

Hoje tive conhecimento de um episódio trágico, inevitavelmente não posso fugir a esse assunto.
Durante o dia de hoje, morreu um jovem de 16/17 anos, vítima de afogamento/congestão digestiva...por isso hoje tenho que puxar o tema da morte.
A morte é o terminar da vida, o fim de uma passagem na Terra...sim acredito que depois do fechar de olhos algum mais tem que haver para além disso...pois se tal não acontecer a nossa existência é um pouco vazia...se vivemos 20,30,50,80 anos e depois tudo desaparece há que reconhecer que a vida humana seria muito vã!
Falo da morte com frieza e franqueza, a morte a mim não me assusta e poderia morrer hoje, amanhã e não me incomoda essa situação...sei e tenho consciência que aquilo que mais certo temos é a morte...por isso é algo que nunca me assustará!
Hoje ao saber da morte de um jovem em circunstâncias muito imprudentes leva-me a pensar que a nossa irresponsabilidade mais cedo ou mais tarde pode trazer consequências inevitáveis. Paz e descanso à alma do jovem - que não conheço - mas há que reconhecer que muitas das vezes brincamos com a morte...e ela não gosta de brincadeiras.
A vida é curta demais para ter medo da morte e para que se brinque com ela. A vida essa sim merece toda a nossa atenção e devemos vivê-la de forma responsável e sempre aproveitando cada dia como seja o último...fazendo de cada dia um dia do qual nunca nos arrependamos.

Sem comentários: