terça-feira, 2 de setembro de 2008

O Olhar...



Um olhar...
Aquele olhar...
O olhar...
O teu Olhar...

Enfim, de muitas formas podia começar a escrever, nunca conseguindo transmitir aquilo que um simples olhar te poderia dizer...
Se um dia conseguísse ser o teu olhar e tu seres o meu também...nesse dia veria a alegria, a felicidade suprema...se tal acontecesse as palavras apenas seriam percebidas por ti, mesmo nada dizendo,e jamais teria que falar, pois apenas a ti teria algo a dizer e apenas tu entenderias essa mensagem transmitida na pureza de um olhar.
Os olhos espelham a alma, mostram aquilo que nos vai no interior...por vezes tentamos "fechar os olhos" para que não deixemos transparecer aquilo que realmente vai dentro de nós...com isso por vezes afastamos quem gosta de nós e de quem muitas vezes também gostamos...será timidez...sim é possível...será medo...também é provável...será...enfim apenas cada um de nós o saberá porque o faz...Mas será que quem gostamos percebe aquilo que habita dentro de nós mesmo quando tentamos evitá-lo "fechando os olhos" para não deixar que essa pessoa "leia" essa mensagem...Acredito que sim, pelo menos se os sentimentos forem recíprocos...
Nunca deixem que as míseras palavras vos iludam...vejam fundo...olhem essa pessoa nos olhos e vejam o que ela realmente diz e sente. Os lábios podem enganar-nos, mas um olhar puro e honesto jamais será capaz de transportar uma mentira. Cuidado! Nem todos os olhares são honestos e puros...não deixem nessas situações que os vossos sentimentos vos ceguem e apenas deixem ver aquilo que realmente queremos ver e não o que realmente eles transmitem!... se tal acontecer irão sofrer.
Mas se a cumplicidade for partilhada, aí deixem as palavras de lado...falem e leiam apenas os olhares, pois ninguém vos incomodará e apenas entre vós passará essa mensagem, longe de ouvidos mais indiscretos...

Sem comentários: