quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Outono




Calma ainda não chegou o outono...para já ainda vivemos o Verão...pelo menos em Portugal e arredores...
A chamada deste nome não se prende com as estações do ano, mas sim com alguns dos significados atribuídos à expressão! o Outono significa muitas vezes o terminar de um ciclo...veja-se nas árvores de folha caduca...é nesta altura que elas se despem das suas folhas, encerrando assim um ciclo de viva, e preparam-se para um período de inactividade para que na Primavera voltem em força...
Engraçado que na nossa vida muitas vezes copiemos a Natureza...quantas vezes encerramos ciclos de vida...vivemos os nossos Outonos...preparando a Primavera que há-de chegar. Durante esse Outono também nós nos despimos daquilo que fez parte de nós durante a Primavera e Verão passados, e preparamos o frio do Inverno...vivido em solidão aguardando o ressurgir ou melhor que volte a Primavera à nossa vida para que possamos desabrochar novamente... e dar-nos em todo o esplendor a quem provocou esse abrir de novos horizontes. Por tanto Outono é sinal de despojar, despejar, largar aquilo que fez parte de nós e que deixou de fazer... como é lógico aquilo que crescemos durante a duração dessa Primavera e Verão passados continua connosco, mas muito vai mesmo embora, como às árvores largam as folhas, parte de nós também caduca com o fim dessa estação.
Numa nova estação, novamente voltarão os novos ramos, as novas folhas, as flores...e o esplendor dos belos frutos...há que saber tratar bem de uma árvore...há que saber tratar bem de nós... para que os frutos possam ser bem doces e colhidos pela pessoa certa...pois a quem não merece nem verdes os devemos deixar apanhar.
Curiosa a similaridade que existe na nossa vida com a das árvores...os anos trazem-nos raízes mais profundas...muitas vezes alargadas com novas amizades...novos conhecimentos. Com raízes mais fortes o nosso tronco pode crescer, moldado pela nossa personalidade e claro abrilhantado pelas Primaveras que vamos vivendo. Desse tronco bem estruturado podemos então esperar o que de mais belo tem as nossas vidas...as folhas...as flores e os frutos...seja através de novos conhecimentos...amizades...ou amores...daí que tenha dito que é preciso ter cuidado com quem deixamos colher os frutos e a altura em que pode ser feito.

1 comentário:

carmem Lucia disse...

Meu querido amigo.
Na sutileza das palavras;
conseguiu retratar cada ciclo
da nossa vida.
Mas deixando para quem lê~
uma certeza: que sempre
devemos ter a esperança
de novos horizontes.
Sem deixar de lado conselhos
que devem fazer parte da nossa vida.
Pode ser que até venha a mudar
de opinião, mas este "poema"
teu é o melhor que eu já li.