quinta-feira, 30 de outubro de 2008

És tu...



Tu és...
...simples... delicada... perfumada... apaixonada... única... especial... maravilhosa... doce...

Simples...
...tudo à tua volta parece ganhar vida pela tua simplicidade de gestos, de palavras...

Delicada...
...ao ponto de fazer inveja à rosa mais delicada, mas cujas pétalas parecem uma dura parede quando comparadas com a tua delicadeza...

Perfumada...
...de tal maneira que os maiores criadores de fragrâncias e perfumes desejam conhecer o segredo de tão agradável perfume que emana da tua pele...

Apaixonada...
...pois vives e entregas-te à paixão que a vida te trás...vivendo-a apaixonadamente...

Única...
...apenas um molde especial foi capaz de criar uma mulher assim, nunca mais no mundo foi ou será criada outra que te toque sequer aos calcanhares...única na beleza, no encanto, no olhar...

Especial...
...tens esse toque que fez brotar nova vida desta terra árida e seca...é um dom especial...é teu e torna-te muito especial...

Maravilhosa...
...esplendorosa...e de maneira nenhuma estou a exagerar nos adjectivos que utilizo...és isso é muito mais...

Doce...
...ao ponto de deixar as abelhas loucas, pois não conseguem produzir um néctar tão doce como o que emana da tua boca...

Ver-te...
...ver-te é um sopro... uma brisa de ar que me inspira... me alimenta... me excita... me tranquiliza... me perturba... me mata... tem pena de mim e...dá-me vida novamente...

És tu...



Tu és...
...simples... delicada... perfumada... apaixonada... única... especial... maravilhosa... doce...

Simples...
...tudo à tua volta parece ganhar vida pela tua simplicidade de gestos, de palavras...

Delicada...
...ao ponto de fazer inveja à rosa mais delicada, mas cujas pétalas parecem uma dura parede quando comparadas com a tua delicadeza...

Perfumada...
...de tal maneira que os maiores criadores de fragrâncias e perfumes desejam conhecer o segredo de tão agradável perfume que emana da tua pele...

Apaixonada...
...pois vives e entregas-te à paixão que a vida te trás...vivendo-a apaixonadamente...

Única...
...apenas um molde especial foi capaz de criar uma mulher assim, nunca mais no mundo foi ou será criada outra que te toque sequer aos calcanhares...única na beleza, no encanto, no olhar...

Especial...
...tens esse toque que fez brotar nova vida desta terra árida e seca...é um dom especial...é teu e torna-te muito especial...

Maravilhosa...
...esplendorosa...e de maneira nenhuma estou a exagerar nos adjectivos que utilizo...és isso é muito mais...

Doce...
...ao ponto de deixar as abelhas loucas, pois não conseguem produzir um néctar tão doce como o que emana da tua boca...

Ver-te...
...ver-te é um sopro... uma brisa de ar que me inspira... me alimenta... me excita... me tranquiliza... me perturba... me mata... tem pena de mim e...dá-me vida novamente...

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Confiança...


Confiança...
...porque és tão difícil de conquistar...e tão fácil de desperdiçar?

Confiança...
...por que fazes com que confie nas pessoas que não devo, e tenha dúvidas sobre as pessoas em quem posso confiar?

Confiança...
...porque é que mais uma vez me trais e eu acabo por trair a confiança depositada em mim!?

Confiar...
...é difícil...quer tu...quer eu conseguimos isso um do outro...alcançando algo de maravilhoso e belo!
...é fácil...inspiras essa confiança, e eu fui em busca dela...encontrei-a no teu olhar, nas tuas palavras doces, no teu sorriso...
...é belo...pois conheço-te! e tu conheces-me...neste momento melhor que ninguém, e isso é muito bom...
...é único...pois mesmo que a corda chegue ao fim, sinto que estarás sempre lá para me "apanhar" e salvar de cair novamente...

Confiei...
...nos meus sentimentos, e avancei de forma como nunca tinha feito...lutando por ti, mesmo partindo em clara desvantagem.
...nos teus sentimentos e isso faz-me sorrir novamente, faz-me acordar pela manhã e tal como o sol irradiar luz...luz que tu depositaste em mim...
...e sou feliz, como nunca o tinha sido...transpirando alegria e felicidade por todos os poros do meu corpo...ofuscando quem por mim passa...
...e ao mesmo tempo desconfiei...com isso magoei-te...magoei-me...e senti-me desnudado do manto com que me envolveste...sei agora que esse manto está presente de uma forma única e muito especial.

Confio...
...e apenas posso confiar no que realmente interessa...aquilo que sinto e o que me fazes sentir...
...em mim...em ti...em nós...todo o resto é poluição que nos rodeia...é inveja de ver duas pessoas sorrir...é inveja de nos verem felizes!

Confiança...


Confiança...
...porque és tão difícil de conquistar...e tão fácil de desperdiçar?

Confiança...
...por que fazes com que confie nas pessoas que não devo, e tenha dúvidas sobre as pessoas em quem posso confiar?

Confiança...
...porque é que mais uma vez me trais e eu acabo por trair a confiança depositada em mim!?

Confiar...
...é difícil...quer tu...quer eu conseguimos isso um do outro...alcançando algo de maravilhoso e belo!
...é fácil...inspiras essa confiança, e eu fui em busca dela...encontrei-a no teu olhar, nas tuas palavras doces, no teu sorriso...
...é belo...pois conheço-te! e tu conheces-me...neste momento melhor que ninguém, e isso é muito bom...
...é único...pois mesmo que a corda chegue ao fim, sinto que estarás sempre lá para me "apanhar" e salvar de cair novamente...

Confiei...
...nos meus sentimentos, e avancei de forma como nunca tinha feito...lutando por ti, mesmo partindo em clara desvantagem.
...nos teus sentimentos e isso faz-me sorrir novamente, faz-me acordar pela manhã e tal como o sol irradiar luz...luz que tu depositaste em mim...
...e sou feliz, como nunca o tinha sido...transpirando alegria e felicidade por todos os poros do meu corpo...ofuscando quem por mim passa...
...e ao mesmo tempo desconfiei...com isso magoei-te...magoei-me...e senti-me desnudado do manto com que me envolveste...sei agora que esse manto está presente de uma forma única e muito especial.

Confio...
...e apenas posso confiar no que realmente interessa...aquilo que sinto e o que me fazes sentir...
...em mim...em ti...em nós...todo o resto é poluição que nos rodeia...é inveja de ver duas pessoas sorrir...é inveja de nos verem felizes!

domingo, 26 de outubro de 2008

Sofrer...

Sofro...
...apesar de estares sempre comigo nas raízes do meu pensamento...
...eu sofro...sofro com ausência, com a distância física que nos separa...
...mas sofrendo...vivo também com a felicidade no horizonte...
...pois apenas sofrendo desta forma percebo o quanto és imprescindível para mim...
...só assim posso realmente ter uma pequena ideia da importância que tens na minha vida...
...e assim ganho força para enfrentar as montanhas que nos separam.

Sofro...dói...
...quando te vejo e não te posso tocar...
...quando nos tocamos num olhar mas não podemos consumar as palavras que trocamos os desejos que sentimos...
...quando desejo perder-me na viagem pelo teu corpo e sinto o meu corpo descarrilar pois não o posso fazer...
...quando o tocar, beijar, sentir são proibidos...
...quando penso em ti, e não te tenho a meu lado...
...quando sonho contigo e ao acordar caio no abismo, na escuridão do vazio!

Sofro...dói...mas acredito...
...que o caminho é seguir em frente...
...que o condutor dessa viagem apenas pode ser um...mesmo magoado sempre seguirei a sua voz...a voz do coração!
...que a felicidade pode estar na passagem da próxima portagem...
...que esse caminho pode conduzir a locais maravilhosos e que por nada vou deixar de os tentar conhecer e partilhar contigo.

Sofro...dói...mas acredito...vivendo e lutando...
...alcançamos os nossos sonhos...
...conseguimos alcançar e viver a partilha de sentimentos tão raros como a felicidade e o Amor.

Por isso...
Eu sofro e dói muito...mas acredito que apenas vivendo e lutando te posso alcançar e juntos partilharmos esta viagem por caminhos que nos levarão até...

Sofrer...

Sofro...
...apesar de estares sempre comigo nas raízes do meu pensamento...
...eu sofro...sofro com ausência, com a distância física que nos separa...
...mas sofrendo...vivo também com a felicidade no horizonte...
...pois apenas sofrendo desta forma percebo o quanto és imprescindível para mim...
...só assim posso realmente ter uma pequena ideia da importância que tens na minha vida...
...e assim ganho força para enfrentar as montanhas que nos separam.

Sofro...dói...
...quando te vejo e não te posso tocar...
...quando nos tocamos num olhar mas não podemos consumar as palavras que trocamos os desejos que sentimos...
...quando desejo perder-me na viagem pelo teu corpo e sinto o meu corpo descarrilar pois não o posso fazer...
...quando o tocar, beijar, sentir são proibidos...
...quando penso em ti, e não te tenho a meu lado...
...quando sonho contigo e ao acordar caio no abismo, na escuridão do vazio!

Sofro...dói...mas acredito...
...que o caminho é seguir em frente...
...que o condutor dessa viagem apenas pode ser um...mesmo magoado sempre seguirei a sua voz...a voz do coração!
...que a felicidade pode estar na passagem da próxima portagem...
...que esse caminho pode conduzir a locais maravilhosos e que por nada vou deixar de os tentar conhecer e partilhar contigo.

Sofro...dói...mas acredito...vivendo e lutando...
...alcançamos os nossos sonhos...
...conseguimos alcançar e viver a partilha de sentimentos tão raros como a felicidade e o Amor.

Por isso...
Eu sofro e dói muito...mas acredito que apenas vivendo e lutando te posso alcançar e juntos partilharmos esta viagem por caminhos que nos levarão até...

sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Viver...


Viver...
...para ti, por ti e em ti;

Viver para ti...
...quando os dias passam, mas as horas parecem morrer e nunca mais terminar o dia...
...e tornar todos os desejos e sonhos, realidades...lutando e buscando a felicidade e o amor...
...pois tu dás sentido à própria vida, fazendo com que viva mais feliz...
...pois em ti encontro a fonte da eterna juventude, o elixir para a vida eterna...vida envolta em amor e felicidade.

Viver por ti....
...como o beija-flor vive para beijar as mais belas flores...vivo eu por ti para poder beijar a mais bela flor neste jardim a que chamamos Terra...
...como o Sol vive para tentar encontrar a Lua...e mesmo não conseguindo não desiste dia após dia...luta sempre...contra tudo e todos...
...como o mar que tenta sempre manter as areias das praias lisas, mas que tantas vezes perdem essa suavidade e beleza...

Viver em ti...
...é tudo o que anseio...
...seria a felicidade suprema...
...é o sonho...que como o poeta dizia, comanda a minha vida...por mais complicada que seja apenas faz sentido lutando por viver em ti.

Viver...
...até quando...isso não posso saber...
...apenas sei...que para que seja viver...
...terei que ter o prazer
...de todos os dias poder
...nos teus braços me recolher
...e com os meus braços te envolver.

Viver...


Viver...
...para ti, por ti e em ti;

Viver para ti...
...quando os dias passam, mas as horas parecem morrer e nunca mais terminar o dia...
...e tornar todos os desejos e sonhos, realidades...lutando e buscando a felicidade e o amor...
...pois tu dás sentido à própria vida, fazendo com que viva mais feliz...
...pois em ti encontro a fonte da eterna juventude, o elixir para a vida eterna...vida envolta em amor e felicidade.

Viver por ti....
...como o beija-flor vive para beijar as mais belas flores...vivo eu por ti para poder beijar a mais bela flor neste jardim a que chamamos Terra...
...como o Sol vive para tentar encontrar a Lua...e mesmo não conseguindo não desiste dia após dia...luta sempre...contra tudo e todos...
...como o mar que tenta sempre manter as areias das praias lisas, mas que tantas vezes perdem essa suavidade e beleza...

Viver em ti...
...é tudo o que anseio...
...seria a felicidade suprema...
...é o sonho...que como o poeta dizia, comanda a minha vida...por mais complicada que seja apenas faz sentido lutando por viver em ti.

Viver...
...até quando...isso não posso saber...
...apenas sei...que para que seja viver...
...terei que ter o prazer
...de todos os dias poder
...nos teus braços me recolher
...e com os meus braços te envolver.

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Sentir...


Eu sinto...
...e não minto...algo como nunca imaginei ser possível sentir...
...a vida a pulsar no meu corpo, a energia que tantas vezes parecia abandonar-me...dá-me vigor e vitalidade;
...a chama que consome o meu coração.
...alegria, felicidade...mas em alguns momentos tristeza e saudade...
...o bem estar, e por isso sorrio denunciando a quem passa por mim que estou diferente...
...o meu coração sair do meu peito e depositar-se em tuas mãos...entregando-se a ti como nunca o havia feito para mais ninguém!
...e vivo, um sonho poderás tu dizer...mas se for um sonho lutarei para que seja sempre verdade...ou para que possa mudar a minha vida inteira para dentro desse sonho.

Tu sentes...
...o desejo...
...as injustiças da vida...
...aquilo que apenas tu poderás descrever e que eu apenas posso imaginar...
...e sonhas aquilo que tanto anseio saber, partilhar e viver contigo...


Nós sentimos...
...a falta um do outro...
...a alegria de estarmos juntos...
...o desejo de alcançarmos mais...
...a vontade de prolongarmos indefinidamente esta sensação que nos invade o coração...e nos voar para lá das nuvens do horizonte!

E tu prezado leitor, o que sentes?

Sentir...


Eu sinto...
...e não minto...algo como nunca imaginei ser possível sentir...
...a vida a pulsar no meu corpo, a energia que tantas vezes parecia abandonar-me...dá-me vigor e vitalidade;
...a chama que consome o meu coração.
...alegria, felicidade...mas em alguns momentos tristeza e saudade...
...o bem estar, e por isso sorrio denunciando a quem passa por mim que estou diferente...
...o meu coração sair do meu peito e depositar-se em tuas mãos...entregando-se a ti como nunca o havia feito para mais ninguém!
...e vivo, um sonho poderás tu dizer...mas se for um sonho lutarei para que seja sempre verdade...ou para que possa mudar a minha vida inteira para dentro desse sonho.

Tu sentes...
...o desejo...
...as injustiças da vida...
...aquilo que apenas tu poderás descrever e que eu apenas posso imaginar...
...e sonhas aquilo que tanto anseio saber, partilhar e viver contigo...


Nós sentimos...
...a falta um do outro...
...a alegria de estarmos juntos...
...o desejo de alcançarmos mais...
...a vontade de prolongarmos indefinidamente esta sensação que nos invade o coração...e nos voar para lá das nuvens do horizonte!

E tu prezado leitor, o que sentes?

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Esperança...


Esperança...
... de nunca te fazer derramar tão preciosas lágrimas que limpam e cuidam os teus belos olhos...

Esperança...
... de um dia poder dizer que tu és minha como eu considero que sou teu...

Esperança...
... fonte de toda a força e resistência...perseverança e humildade que tenho...para mesmo tão longe de ti suspirar o teu nome aos ventos...e esperar que eles tragam o eco das tuas doces palavras.

Esperança...
... fonte de ilusão, de sonhos, de fantasias... que podem nunca se concretizar e que mesmo assim em nada esmorecem aquilo que são os sentimentos que fluem dentro do meu corpo.

Esperança...
... é a última a morrer... é a vela que ilumina o caminhar deste pobre errante pelos caminhos mais tenebrosos e escuros de algo a que sem ti não posso chamar vida.

Esperança...
... de um dia nos teus olhos encontrar a luz que me falta... poder afastar esta escuridão e brilhar a teu lado reflectindo a luz da felicidade que nos envolve.

Esperança...


Esperança...
... de nunca te fazer derramar tão preciosas lágrimas que limpam e cuidam os teus belos olhos...

Esperança...
... de um dia poder dizer que tu és minha como eu considero que sou teu...

Esperança...
... fonte de toda a força e resistência...perseverança e humildade que tenho...para mesmo tão longe de ti suspirar o teu nome aos ventos...e esperar que eles tragam o eco das tuas doces palavras.

Esperança...
... fonte de ilusão, de sonhos, de fantasias... que podem nunca se concretizar e que mesmo assim em nada esmorecem aquilo que são os sentimentos que fluem dentro do meu corpo.

Esperança...
... é a última a morrer... é a vela que ilumina o caminhar deste pobre errante pelos caminhos mais tenebrosos e escuros de algo a que sem ti não posso chamar vida.

Esperança...
... de um dia nos teus olhos encontrar a luz que me falta... poder afastar esta escuridão e brilhar a teu lado reflectindo a luz da felicidade que nos envolve.

sábado, 18 de outubro de 2008

O Beijo...

Li em tempos "O beijo é um procedimento inteligentemente desenvolvido para a interrupção da mútua fala quando as palavras se tornam desnecessárias"

O beijo...oh! sim... aquele beijo...

...que jamais será esquecido,
...que marcou para sempre o meu coração,
...que tão difícil foi alcançar, apesar de tão desejado que era,
...que deu a conhecer o sabor dos teus lábios e para sempre tocou os meus,
...que não foi apenas um beijo, foi o beijo,
...que nos deixou colados,
...que nos uniu.

Sim, esse beijo que...

...me fez voar, desejar ir mas alto, mais longe e ao mesmo tempo não deixar de tocar os teus lábios,
...não devia ter acontecido, ou melhor à muito devia ter acontecido e durante tanto tempo foi adiado,
...me deu a conhecer o teu sabor doce, delicado, tentador, arrojado, explorador,
...me trouxe de novo à vida, me trouxe de novo ao amor, no fundo me trouxe até ti.

Um beijo...

...um simples beijo... que mais não fez do que desejar nunca mais parar de te beijar,
...que me fez renascer, me fez recordar a felicidade que a vida tem para nos dar,
...que incendiou o meu coração que já flamejava por ti,
...puro, simples, único...que despertou o desejo de mais...e mais.
...talvez proibido, e como o fruto... se tornou ainda mais apetecido.

O Beijo...

Li em tempos "O beijo é um procedimento inteligentemente desenvolvido para a interrupção da mútua fala quando as palavras se tornam desnecessárias"

O beijo...oh! sim... aquele beijo...

...que jamais será esquecido,
...que marcou para sempre o meu coração,
...que tão difícil foi alcançar, apesar de tão desejado que era,
...que deu a conhecer o sabor dos teus lábios e para sempre tocou os meus,
...que não foi apenas um beijo, foi o beijo,
...que nos deixou colados,
...que nos uniu.

Sim, esse beijo que...

...me fez voar, desejar ir mas alto, mais longe e ao mesmo tempo não deixar de tocar os teus lábios,
...não devia ter acontecido, ou melhor à muito devia ter acontecido e durante tanto tempo foi adiado,
...me deu a conhecer o teu sabor doce, delicado, tentador, arrojado, explorador,
...me trouxe de novo à vida, me trouxe de novo ao amor, no fundo me trouxe até ti.

Um beijo...

...um simples beijo... que mais não fez do que desejar nunca mais parar de te beijar,
...que me fez renascer, me fez recordar a felicidade que a vida tem para nos dar,
...que incendiou o meu coração que já flamejava por ti,
...puro, simples, único...que despertou o desejo de mais...e mais.
...talvez proibido, e como o fruto... se tornou ainda mais apetecido.

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

A distância...


A distância...
...a distância separa-nos...a distância une-nos!

A distância separa-nos...
...cada um de nós no seu canto, separados por tudo e ao mesmo tempo por nada!

Cada um de nós no seu canto...
...separados por tudo...sofremos...sentimos a dor da ausência...sentimos a SAUDADE de quem amamos.

Cada um de nós no seu canto...
...separados por nada, pois eu sou teu e tu és minha...nada nos pode separar...pertencemos um ao outro e junto formamos um ser único que vive de forma intensa esse sentimento...o AMOR.

A distância une-nos...
...separados fisicamente...mas unidos pelos sentimentos!

Separados fisicamente...
...sim temos contra nós o trabalho, os horários, os quilómetros...e tudo o resto que nós bem sabemos...

Unidos pelos sentimentos...
...conseguimos tudo suportar...os sentimentos unem-nos...os sentimentos fortificam-nos.

A distância é como uma brisa de vento...que pode apagar uma vela...mas que apenas atiça a verdadeira fogueira.

A distância...


A distância...
...a distância separa-nos...a distância une-nos!

A distância separa-nos...
...cada um de nós no seu canto, separados por tudo e ao mesmo tempo por nada!

Cada um de nós no seu canto...
...separados por tudo...sofremos...sentimos a dor da ausência...sentimos a SAUDADE de quem amamos.

Cada um de nós no seu canto...
...separados por nada, pois eu sou teu e tu és minha...nada nos pode separar...pertencemos um ao outro e junto formamos um ser único que vive de forma intensa esse sentimento...o AMOR.

A distância une-nos...
...separados fisicamente...mas unidos pelos sentimentos!

Separados fisicamente...
...sim temos contra nós o trabalho, os horários, os quilómetros...e tudo o resto que nós bem sabemos...

Unidos pelos sentimentos...
...conseguimos tudo suportar...os sentimentos unem-nos...os sentimentos fortificam-nos.

A distância é como uma brisa de vento...que pode apagar uma vela...mas que apenas atiça a verdadeira fogueira.

terça-feira, 14 de outubro de 2008

A noite...


A noite cai...
...e eu penso em ti, em mim, em nós.

A noite cai...
...e eu caio em mim a sós.

A noite cai...
...e a tua ausência dói, mata como uma bala...como quem está longe e chega a casa e a vê vazia e sombria.

A noite cai...
...e com ela espero a tua chegada...espero que os véus da escuridão nos envolvam.

A noite cai...
...e com ela aumenta a vontade de te ter junto a mim, de partilhar contigo aquilo que nem a maior escuridão pode ocultar...a felicidade e o amor.

A noite cai...
...e eu sonho o dia em que possa cair nos teus braços...ser iluminado com a luz do teu olhar, mais brilhante que a luz da lua.

A noite cai...
...eu aguardo o nascer do novo dia, para poder ver de novo o teu sorriso.

A noite cai...
...e o meu coração cai de amor por ti.

A noite...


A noite cai...
...e eu penso em ti, em mim, em nós.

A noite cai...
...e eu caio em mim a sós.

A noite cai...
...e a tua ausência dói, mata como uma bala...como quem está longe e chega a casa e a vê vazia e sombria.

A noite cai...
...e com ela espero a tua chegada...espero que os véus da escuridão nos envolvam.

A noite cai...
...e com ela aumenta a vontade de te ter junto a mim, de partilhar contigo aquilo que nem a maior escuridão pode ocultar...a felicidade e o amor.

A noite cai...
...e eu sonho o dia em que possa cair nos teus braços...ser iluminado com a luz do teu olhar, mais brilhante que a luz da lua.

A noite cai...
...eu aguardo o nascer do novo dia, para poder ver de novo o teu sorriso.

A noite cai...
...e o meu coração cai de amor por ti.

domingo, 12 de outubro de 2008

A chuva...


A chuva cai...
...e juntos ouvimos a sua melodia que nos embala, invade e transporta para momentos de loucura e prazer...

A chuva cai...
...e a lenha estala na lareira...iluminando o espaço em redor com tons alaranjados...luz e calor que nos tocam e aquecem os nossos corpos entrelaçados, por si só já ao rubro...

A chuva cai...
...e com ela cai muito mais do que a simples água...cai tudo o que nos separava...cai tudo...tudo sem excepção...cai sem voltar atrás...e tal como as gotas..tudo o resto permanece no chão, criando pequenos "lagos" à nossa volta...

A chuva cai...
...são lágrimas que os meus olhos, já para lá das nuvens, largam só de pensar que podes partir...são alegria de te ter...e tristeza de te poder perder...

A chuva cai...
...e os vidros colhem pequenas gotículas...não só as do exterior...mas também as que devido ao calor e intensidade do interior embaciam os grãos de areia fundidos...

A chuva...


A chuva cai...
...e juntos ouvimos a sua melodia que nos embala, invade e transporta para momentos de loucura e prazer...

A chuva cai...
...e a lenha estala na lareira...iluminando o espaço em redor com tons alaranjados...luz e calor que nos tocam e aquecem os nossos corpos entrelaçados, por si só já ao rubro...

A chuva cai...
...e com ela cai muito mais do que a simples água...cai tudo o que nos separava...cai tudo...tudo sem excepção...cai sem voltar atrás...e tal como as gotas..tudo o resto permanece no chão, criando pequenos "lagos" à nossa volta...

A chuva cai...
...são lágrimas que os meus olhos, já para lá das nuvens, largam só de pensar que podes partir...são alegria de te ter...e tristeza de te poder perder...

A chuva cai...
...e os vidros colhem pequenas gotículas...não só as do exterior...mas também as que devido ao calor e intensidade do interior embaciam os grãos de areia fundidos...

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

O que é Amar?...


Quase todos os dias ouvimos esta palavra...mas será que sabemos o que é Amar...

Amar é...
...viver.

Amar é...
...sofrer.

Amar é...
...felicidade.

Amar é...
...o sentimento mais difícil de definir...mas o mais simples de sentir.

Amar é...
...não olhamos um para o outro mas sim olharmos no mesmo sentido.

Amar é...
...lutar...lutar pela felicidade.

Amar é...
...procurar alguém que nos complete...que nos faça sentir plenamente realizados.

Amar é...
...chorar...como uma flor quando perde as suas pétalas...quando te vejo longe de mim.

Amar é...
...sorrir...não apenas por rir...mas sorrir por se ser feliz.

Amar é...
...pensar...pensar no outro e como o poderemos fazer felizes.

Amar é...
...muito mais do que aquilo que escrevi...amar é sentir isso e muito mais...amar é fantasiar...é sonhar...é querer fazer-te feliz...é desejar-te...é querer-te...é sentir-te mesmo quando estás tão longe...é ter saudades mesmo quando à poucos segundos saio de perto de ti...é algo maior...é algo vivido a dois e nunca em modo solitário...por isso não posso dizer que te amo...mas apenas dizer que quero viver o amor contigo.

O que é Amar?...


Quase todos os dias ouvimos esta palavra...mas será que sabemos o que é Amar...

Amar é...
...viver.

Amar é...
...sofrer.

Amar é...
...felicidade.

Amar é...
...o sentimento mais difícil de definir...mas o mais simples de sentir.

Amar é...
...não olhamos um para o outro mas sim olharmos no mesmo sentido.

Amar é...
...lutar...lutar pela felicidade.

Amar é...
...procurar alguém que nos complete...que nos faça sentir plenamente realizados.

Amar é...
...chorar...como uma flor quando perde as suas pétalas...quando te vejo longe de mim.

Amar é...
...sorrir...não apenas por rir...mas sorrir por se ser feliz.

Amar é...
...pensar...pensar no outro e como o poderemos fazer felizes.

Amar é...
...muito mais do que aquilo que escrevi...amar é sentir isso e muito mais...amar é fantasiar...é sonhar...é querer fazer-te feliz...é desejar-te...é querer-te...é sentir-te mesmo quando estás tão longe...é ter saudades mesmo quando à poucos segundos saio de perto de ti...é algo maior...é algo vivido a dois e nunca em modo solitário...por isso não posso dizer que te amo...mas apenas dizer que quero viver o amor contigo.

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Diferente


Os mais atentos certamente terão reparado que tenho escrito de 2 em 2 dias...assim hoje não era dia de escrever aqui no blog...mas vejo-me forçado a vir escrever...
Quando o blog foi criado...foi criado para ser um espaço aberto...onde escrevo sobre temas uns dias mais intensos...outros sobre assuntos mais triviais...por outro lado espero receber dos leitores os seus comentários...as suas opiniões...
Quando espero os vossos comentários...não espero textos profundos ou elaborados...espero essencialmente que sejam sinceros, honestos e que ao lerem possam deixar sair o que os textos vos fazem sentir...passem esses sentimentos e opiniões para um comentário...é isso que fará com que o blog seja mais rico e mais animado...e partilhado por todos nós...
Como todos nós temos dificuldade em rejeitar um pedido das crianças...escolhi esta imagem para que agora ninguém se possa negar a comentar aqui no blog...
Podem comentar qualquer texto...sei que tem que fazer um pequeno registo no primeiro comentário...nada de especial..mas no futuro podem usar sempre essa mesma identidade...tudo bem simples...mas caso tenham questões a colocar ou não consigam comentar...eu posso ajudar...deixo-vos o meu mail/msn funcionará como forma de ajuda ou pode funcionar como forma de vocês me ajudarem com temas que gostassem de ver retratados...ou imagens que gostassem de ver comentadas... mail --> masfilipe@hotmail.com

Diferente


Os mais atentos certamente terão reparado que tenho escrito de 2 em 2 dias...assim hoje não era dia de escrever aqui no blog...mas vejo-me forçado a vir escrever...
Quando o blog foi criado...foi criado para ser um espaço aberto...onde escrevo sobre temas uns dias mais intensos...outros sobre assuntos mais triviais...por outro lado espero receber dos leitores os seus comentários...as suas opiniões...
Quando espero os vossos comentários...não espero textos profundos ou elaborados...espero essencialmente que sejam sinceros, honestos e que ao lerem possam deixar sair o que os textos vos fazem sentir...passem esses sentimentos e opiniões para um comentário...é isso que fará com que o blog seja mais rico e mais animado...e partilhado por todos nós...
Como todos nós temos dificuldade em rejeitar um pedido das crianças...escolhi esta imagem para que agora ninguém se possa negar a comentar aqui no blog...
Podem comentar qualquer texto...sei que tem que fazer um pequeno registo no primeiro comentário...nada de especial..mas no futuro podem usar sempre essa mesma identidade...tudo bem simples...mas caso tenham questões a colocar ou não consigam comentar...eu posso ajudar...deixo-vos o meu mail/msn funcionará como forma de ajuda ou pode funcionar como forma de vocês me ajudarem com temas que gostassem de ver retratados...ou imagens que gostassem de ver comentadas... mail --> masfilipe@hotmail.com

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

The Book of Life


O livro da vida...ou a vida num livro...
Quantas vezes na nossa vida passamos por episódios que chegamos a dizer..."a minha vida dava um filme"... todos nós temos histórias e factos que recheiam a nossa vida...momentos felizes...momentos tristes...amores vividos...amores escondidos... enfim, a nossa vida tem de tudo!
Num livro cada página tem novas palavras... novas histórias... novos romances... um livro tem nele uma imensidão de novos mundos... mundos que levam a novas histórias...histórias que levam a novos locais... locais que nos acolhem... locais que nos rodeiam... O livro contém... contém uma vida relatada... um enredo...
No livro que é a nossa vida...também temos muitas histórias... muitas personagens... muitas formas de escrita... nesse livro pode haver partilha de histórias... ou por outro lado pode haver vários actores... O papel principal é nosso, mas há personagens secundárias que de tão importantes que são tornam-se imprescindíveis na nossa vida! Contudo não podemos esquecer que no livro da nossa vida, nós decidimos o que escrever em cada página...cabe-nos a nós o papel de narradores e de heróis do livro... por isso no livro que é a nossa vida... temos que viver... viver cada parágrafo, cada linha, cada página, cada capítulo de forma única e especial... Por isso vivam o vossa vida e depois escrevam o vosso livro!

The Book of Life


O livro da vida...ou a vida num livro...
Quantas vezes na nossa vida passamos por episódios que chegamos a dizer..."a minha vida dava um filme"... todos nós temos histórias e factos que recheiam a nossa vida...momentos felizes...momentos tristes...amores vividos...amores escondidos... enfim, a nossa vida tem de tudo!
Num livro cada página tem novas palavras... novas histórias... novos romances... um livro tem nele uma imensidão de novos mundos... mundos que levam a novas histórias...histórias que levam a novos locais... locais que nos acolhem... locais que nos rodeiam... O livro contém... contém uma vida relatada... um enredo...
No livro que é a nossa vida...também temos muitas histórias... muitas personagens... muitas formas de escrita... nesse livro pode haver partilha de histórias... ou por outro lado pode haver vários actores... O papel principal é nosso, mas há personagens secundárias que de tão importantes que são tornam-se imprescindíveis na nossa vida! Contudo não podemos esquecer que no livro da nossa vida, nós decidimos o que escrever em cada página...cabe-nos a nós o papel de narradores e de heróis do livro... por isso no livro que é a nossa vida... temos que viver... viver cada parágrafo, cada linha, cada página, cada capítulo de forma única e especial... Por isso vivam o vossa vida e depois escrevam o vosso livro!

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Quem és tu?


Quem és tu...
...que dia após dia me continuas a fazer levantar de manhã com um sorriso nos lábios e com uma vontade diferente de viver...

Quem és tu...
...que me visitas noite após noite e me envolves no manto dos sonhos, levando-me por locais por onde sonho viajar, mas que sozinho nunca consegui alcançar...

Quem és tu...
...que um sorriso teu faz com que o meu coração dispare e fique capaz de saltar para fora do meu peito; fazendo com que sinta de novo esta alegria e vontade de ser muito feliz...

Quem és tu...
...que devia ter conhecido mais cedo e assim evitar dissabores, desilusões e ao mesmo tempo evitar...evitar as barreiras quase intransponíveis que nos separam...

Quem és tu...
...que me fazes desejar o impossível, lutar com todas as forças para conseguir chegar até ti e finalmente ter-te como minha...

Quem és tu...
...que me inspiras a falar de sentimentos, expor pensamentos...que me fazes abrir o coração e a mente para que nele possas entrar e de ti nada esconder...

Quem és tu...
...que afinal trouxe tanta coisa boa à minha vida, mesmo não fazendo inteiramente parte dela...

Quem és tu...
...que tão pouco conheço...e tanto adoro...
...que posso nunca ter...e que tanto me faz desejar...
...

Quem és tu?

Quem és tu?


Quem és tu...
...que dia após dia me continuas a fazer levantar de manhã com um sorriso nos lábios e com uma vontade diferente de viver...

Quem és tu...
...que me visitas noite após noite e me envolves no manto dos sonhos, levando-me por locais por onde sonho viajar, mas que sozinho nunca consegui alcançar...

Quem és tu...
...que um sorriso teu faz com que o meu coração dispare e fique capaz de saltar para fora do meu peito; fazendo com que sinta de novo esta alegria e vontade de ser muito feliz...

Quem és tu...
...que devia ter conhecido mais cedo e assim evitar dissabores, desilusões e ao mesmo tempo evitar...evitar as barreiras quase intransponíveis que nos separam...

Quem és tu...
...que me fazes desejar o impossível, lutar com todas as forças para conseguir chegar até ti e finalmente ter-te como minha...

Quem és tu...
...que me inspiras a falar de sentimentos, expor pensamentos...que me fazes abrir o coração e a mente para que nele possas entrar e de ti nada esconder...

Quem és tu...
...que afinal trouxe tanta coisa boa à minha vida, mesmo não fazendo inteiramente parte dela...

Quem és tu...
...que tão pouco conheço...e tanto adoro...
...que posso nunca ter...e que tanto me faz desejar...
...

Quem és tu?

sábado, 4 de outubro de 2008

As Pipocas...


Pois é hoje o texto é sobre culinária...seria engraçado...mas não! O facto de ter escolhido o título Pipocas tem outra intenção...algo que aparentemente está muito longe das pipocas...mas no fim veremos se há semelhanças ou não!
Depois do primeiro post sobre o amor, já escrito neste mês...acho que lhe tomei o gosto...ou como alguém muito especial para mim hoje me disse..."quando tiveres inspiração...escreves novamente"... pois bem, penso que a tua frase me inspirou, e este poderá ser um post dedicado a ti...caso não gostes dele, apagarei este parágrafo!
Vamos lá então ao post...todos sabem como se fazem pipocas...e quase de certeza que todos já as comeram...claro que há os profissionais das pipocas...outros como eu preferem fazê-las em casa...! Como eu disse, o tema hoje pretende estabelecer uma ligação entre duas "coisas" que aparentemente nada tem em comum...as pipocas e o amor...sim vou voltar a falar de amor.
Ora bem...para fazer pipocas é preciso milho...manteiga ou azeite ou óleo (acho que apenas se usam estes 3 mas se souberam mais...avisem) e é preciso uma fonte de calor. Com lume brando não se fazem pipocas...será um pouco como no amor...se o amor não for intenso, quente, ardente este acabará por se extinguir e morrer. Reparemos na transformação que o milho sofre...é um pequeno grão... e no fim uma bela pipoca...pois no amor... quantos de nós também sofremos transformações... mudamos e amando tornamos-nos mais belos... pois o amor transforma e embeleza... e no meio disto tudo qual a importância da manteiga... é ela que eleva essa transformação...se não fosse ela, nada mudaria e o pequeno grão de milho ficaria queimado... pois... no amor também é preciso cuidado...respeito... de ambos para que o amor cresça... prevaleça... e leve a que todos os que amam mudem e sejam melhores.
Ás pipocas muitas vezes tentamos adicionar novos produtos... sejam os que as preferem salgadas... ou os que as preferem doces. No amor também devemos ter a atenção de perceber o outro, apoiá-lo, entendê-lo e estar sempre a seu lado...seja nos momentos bons ou nos maus... nos doces ou nos salgados... devemos ter cuidado... cuidado com os aditivos que se podem adicionar... à aqueles que acabam por estragar ou tornar as pipocas um pouco prejudiciais para a saúde... tal como no amor às vezes se tem actos que prejudicam a relação... ou outros que se deviam adicionar e não se faz... ficando o amor desamparado e quase abandonado na sua degradação...podem levar mesmo a que desapareça.
Parece-me por tudo aquilo que escrevi... que afinal pipocas e amor tem muito em comum...ambos devem ser tratados com muito "amor" e dedicação... sendo preciso escolher bem... por vezes mudar... até que se consigam as melhores pipocas.

As Pipocas...


Pois é hoje o texto é sobre culinária...seria engraçado...mas não! O facto de ter escolhido o título Pipocas tem outra intenção...algo que aparentemente está muito longe das pipocas...mas no fim veremos se há semelhanças ou não!
Depois do primeiro post sobre o amor, já escrito neste mês...acho que lhe tomei o gosto...ou como alguém muito especial para mim hoje me disse..."quando tiveres inspiração...escreves novamente"... pois bem, penso que a tua frase me inspirou, e este poderá ser um post dedicado a ti...caso não gostes dele, apagarei este parágrafo!
Vamos lá então ao post...todos sabem como se fazem pipocas...e quase de certeza que todos já as comeram...claro que há os profissionais das pipocas...outros como eu preferem fazê-las em casa...! Como eu disse, o tema hoje pretende estabelecer uma ligação entre duas "coisas" que aparentemente nada tem em comum...as pipocas e o amor...sim vou voltar a falar de amor.
Ora bem...para fazer pipocas é preciso milho...manteiga ou azeite ou óleo (acho que apenas se usam estes 3 mas se souberam mais...avisem) e é preciso uma fonte de calor. Com lume brando não se fazem pipocas...será um pouco como no amor...se o amor não for intenso, quente, ardente este acabará por se extinguir e morrer. Reparemos na transformação que o milho sofre...é um pequeno grão... e no fim uma bela pipoca...pois no amor... quantos de nós também sofremos transformações... mudamos e amando tornamos-nos mais belos... pois o amor transforma e embeleza... e no meio disto tudo qual a importância da manteiga... é ela que eleva essa transformação...se não fosse ela, nada mudaria e o pequeno grão de milho ficaria queimado... pois... no amor também é preciso cuidado...respeito... de ambos para que o amor cresça... prevaleça... e leve a que todos os que amam mudem e sejam melhores.
Ás pipocas muitas vezes tentamos adicionar novos produtos... sejam os que as preferem salgadas... ou os que as preferem doces. No amor também devemos ter a atenção de perceber o outro, apoiá-lo, entendê-lo e estar sempre a seu lado...seja nos momentos bons ou nos maus... nos doces ou nos salgados... devemos ter cuidado... cuidado com os aditivos que se podem adicionar... à aqueles que acabam por estragar ou tornar as pipocas um pouco prejudiciais para a saúde... tal como no amor às vezes se tem actos que prejudicam a relação... ou outros que se deviam adicionar e não se faz... ficando o amor desamparado e quase abandonado na sua degradação...podem levar mesmo a que desapareça.
Parece-me por tudo aquilo que escrevi... que afinal pipocas e amor tem muito em comum...ambos devem ser tratados com muito "amor" e dedicação... sendo preciso escolher bem... por vezes mudar... até que se consigam as melhores pipocas.

quinta-feira, 2 de outubro de 2008

O Amor


Tentei fugir a este tema...mas penso que mais cedo ou mais tarde teria que tocar nele...
Amor...é fogo que arde sem se ver...já o poeta dizia...Amor...essa pequena palavra que significa tanto...Amor...esse sentimento capaz de transportar a maior felicidade ou a incomensurável tristeza...
Por muito ter gostado de hoje ter lido uma frase escrita por uma amiga...optei por tocar no tema exactamente hoje...dizia ela "no amor, a dor e a alegria lutam sempre entre si"... o primeiro comentário que fiz foi exactamente dizer que estava muito boa a frase...
Vamos lá então falar um pouco sobre essa luta...sim...se pensarmos um pouco veremos que essa frase faz todo o sentido e tem toda a pertinência...quando a alegria está a ganhar a luta...tudo corre bem nesse amor...quando a dor está na frente da luta...aí algo corre mal...e agora pergunto eu...e se a dor e a alegria estiverem empatadas?
Pessoalmente, penso que quando essa luta está empatada esse amor está morto e pode ter como destino o fim...estão agora vocês a pensar...está maluco hoje...eu explico-me...
Ora se o amor é fogo que arde sem se ver, ferida que dói e não se sente...meditemos um pouco...se nem a alegria nem a dor estão na frente da luta...então esse amor caí em monotonia...não há emoções...não há vivacidade...não há chama...e agora já concordam comigo...?se não há emoção...então o amor vai decaindo...vai perdendo chama...vai esmorecendo...Para alimentar esse amor e essa chama são precisas acções que o espevitem...para que não se caia na monotonia e no fim desse amor!
No amor reside a maior das forças do ser Humano, talvez seja esse amor que faz com que o ser humano possa ter mais força que o próprio Mar...como já falei num dos post anteriores...
Como diz a pequena imagem no início do post...O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta...é notória a sua força...é evidente o seu poder...Quando amamos sentimos o sabor da imortalidade...conseguimos voar sobre as nuvens...quando amamos nada tememos, nada nos faz perder a esperança...quando amamos sentimos o poder a felicidade suprema.
Deixo-vos duas pequenas mensagens:

Quem Amor semeia na pessoa que ama, apenas pode colher como frutos Amor.

Ama quem te ama, não ames quem te sorri; porque quem te sorri não te ama e quem te ama sofre por ti.

O Amor


Tentei fugir a este tema...mas penso que mais cedo ou mais tarde teria que tocar nele...
Amor...é fogo que arde sem se ver...já o poeta dizia...Amor...essa pequena palavra que significa tanto...Amor...esse sentimento capaz de transportar a maior felicidade ou a incomensurável tristeza...
Por muito ter gostado de hoje ter lido uma frase escrita por uma amiga...optei por tocar no tema exactamente hoje...dizia ela "no amor, a dor e a alegria lutam sempre entre si"... o primeiro comentário que fiz foi exactamente dizer que estava muito boa a frase...
Vamos lá então falar um pouco sobre essa luta...sim...se pensarmos um pouco veremos que essa frase faz todo o sentido e tem toda a pertinência...quando a alegria está a ganhar a luta...tudo corre bem nesse amor...quando a dor está na frente da luta...aí algo corre mal...e agora pergunto eu...e se a dor e a alegria estiverem empatadas?
Pessoalmente, penso que quando essa luta está empatada esse amor está morto e pode ter como destino o fim...estão agora vocês a pensar...está maluco hoje...eu explico-me...
Ora se o amor é fogo que arde sem se ver, ferida que dói e não se sente...meditemos um pouco...se nem a alegria nem a dor estão na frente da luta...então esse amor caí em monotonia...não há emoções...não há vivacidade...não há chama...e agora já concordam comigo...?se não há emoção...então o amor vai decaindo...vai perdendo chama...vai esmorecendo...Para alimentar esse amor e essa chama são precisas acções que o espevitem...para que não se caia na monotonia e no fim desse amor!
No amor reside a maior das forças do ser Humano, talvez seja esse amor que faz com que o ser humano possa ter mais força que o próprio Mar...como já falei num dos post anteriores...
Como diz a pequena imagem no início do post...O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta...é notória a sua força...é evidente o seu poder...Quando amamos sentimos o sabor da imortalidade...conseguimos voar sobre as nuvens...quando amamos nada tememos, nada nos faz perder a esperança...quando amamos sentimos o poder a felicidade suprema.
Deixo-vos duas pequenas mensagens:

Quem Amor semeia na pessoa que ama, apenas pode colher como frutos Amor.

Ama quem te ama, não ames quem te sorri; porque quem te sorri não te ama e quem te ama sofre por ti.