quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Intensidade...


Intensidade...
...os olhos não vêem...as mãos não tocam...mas o coração sente...
...de sentir raios e explosões dentro do meu peito quando estou junto a ti...
...de te querer abraçar, beijar e não o poder fazer...tendo que conter toda essa vontade num furação que arrasa tudo no meu interior...destruindo tudo o que não sejam pensamentos voltados para ti.

Intenso...
...é o teu olhar doce, meigo, sincero...que tantas vezes procuras esconder de mim...
...o teu beijo...quente...arrebatador...único...viciante...
...cada momento passado contigo...faz parecer os momentos longe de ti uma eternidade...uma eternidade que se prolonga e é muito difícil de ultrapassar sem ti...

Imenso...
...o desejo, a vontade de partilhar contigo os minutos, as horas...a eternidade!
...o desejo de voltar a tocar o teu olhar, acariciar o teu rosto, sentir a tua pele...
...o desejo de sentir o doce gosto dos teus lábios...tocar e sentir o teu paladar...
...o desejo de um dia percorrermos os caminhos da felicidade juntos...unidos pela mesma intensidade de sentimentos...

Assim como...
...a Natureza mostra toda a sua força, todo o seu poder, toda a sua intensidade, todo o seu vigor, para que todos a conheçamos melhor...espero igualmente essa oportunidade de te conhecer e de tu me conheceres melhor;

...as nuvens procuram o solo para poderem descarregar toda as sua electricidade...procuro-te a ti para poder deixar sair toda esta felicidade e intensidade de sentimentos que fizeste despontar dentro de mim;

...os rios desde a sua origem procuram chegar a algo maior, procuram o mar onde podem livremente fluir...eu desde a aurora daquele olhar, do nascimento deste sentimento que semeaste dentro de mim, te busco todos os dias, pois apenas em ti posso sentir-me livre... capaz de voar para lá das estrelas que nos envolvem.

Sem comentários: