domingo, 21 de dezembro de 2008

A voz do Momento...



Finalmente, o maravilhoso dia tinha chegado...
Enroscados no conforto do sofá...
Lenha a estalar na lareira...a temperatura a subir...
Inevitavelmente nossos lábios tocaram-se...
Como o clímax do espectáculo pirotécnico...
Incendiou-se o momento, todo o controlo e tensão...
Desapareceram, o beijo reinou... e o coração acelerou...
As nossas mãos percorreram o corpo do outro
Desvendando todos os seus mistérios
Encontrando todos os segredos...tocando toda a sensibilidade!...

Sugaste a minha essência... substituíste-a por uma nova...
Um novo alento... um desejo crescente... uma nova chama
Por instantes os nossos corpos uniram-se
Refundiram-se num só... elevaram-se...
Electrizante momento... indescritível nas palavras...
Marcante desde o toque dos nossos lábios...
Até à suprema união dos nossos corpos!...

Sem comentários: