sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Morangos...



Morango... esse fruto cor do pecado...
O vermelho que emana da sua superfície...
Redescoberta por outros sabores...
Assediada por outras texturas...
Nunca se deixa confundir ou transformar...
Gostoso ao natural... apetitoso com chocolate...
Oh! Sublime com chantily...
Sexy quando aprimorado com um belo champanhe!...

Comparar o morango à mulher... um desafio... uma tentação...
Óptima mistura... arrojado duelo...
Mulher e o fruto que melhor combina com ela...

Acende o desejo... solta o prazer oculto...
Celestial o momento combinado...
Uhmm... são os encantos da letra M...
Capaz de dar vida aqueles que já não acreditam nela...
Arrojada sociedade... encantadora união...
Reacende chamas outrora extintas... atreves a queimar-te?

1 comentário:

carmemlucia disse...

Arrojado poeta!
Que tão bem sabe expressar o valor da mulher. hum morango com chocolate,com uma leve dose de pimenta deixando o sabor ainda mais caliente.
Cada poema teu é uma surpresa, pois consegue ser completamente diferente, muda como as fases da lua. do sublime ao decepcionado.
Do transparente ou oculto.
Do cético ou sonhador.
E por fim um poeta que revelação toda sua magia de conhecimento da sensualidade num poema divino!