sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Triscaidecafobia ou Paraskavedekatriaphobia...



Pois é não resisti... hoje o texto será um pouco diferente... Sexta-Feira 13...não é todos os meses... esse dia fantástico para uns... esse terror para outros...

Vamos lá esclarecer primeiro que título é aquele... não se assustem não é nenhum monstro...



Triscaidecafobia é um medo irracional e incomum do número 13. O medo específico da sexta-feira 13 (fobia) é chamado de Paraskavedekatriaphobia ou parascavedecatriafobia, ou ainda frigatriscaidecafobia.

Veja-se o exemplo... elevador sem o andar número 13... não arranjei nenhuma mesa com 13 lugares...


Uma Sexta Feira 13 ou seja, uma Sexta-feira no dia 13 de qualquer mês, é considerada popularmente como um dia de azar.

O número 13 é considerado de má sorte. Na numerologia o número 12 é considerado um número de coisas completas como 12 meses no ano, 12 tribos de Israel, 12 apóstolos de Jesus ou os 12 signos do zodíaco. Já o 13 é considerado um número irregular. A sexta-feira foi o dia em que Jesus foi crucificado e também é considerada um dia de azar. Somando o dia da semana de azar (sexta) com o número de azar (13) temos o mais azarado dos dias.


Esta superstição pode ter tido origem no dia 13 de Outubro de 1307, sexta-feira, quando a Ordem dos Templários foi declarada ilegal pelo rei Filipe IV de França; os seus membros foram presos simultaneamente em todo o país e alguns torturados e, mais tarde, executados por heresia.

Outra possibilidade para esta crença está no fato de que Jesus Cristo provavelmente foi morto numa sexta-feira treze, uma vez que a Páscoa judaica é celebrada no dia 14 do mês de Nissan, no calendário hebraico.

Recorde-se ainda que na Santa Ceia sentaram-se à mesa treze pessoas, sendo que duas delas, Jesus e Judas Iscariotes, morreram em seguida, por mortes trágicas, Jesus por execução na cruz e Judas provavelmente por suicídio.

Antes disso, porém, existem versões que provêm de duas lendas da mitologia nórdica. Na primeira delas, conta-se que houve um banquete e 12 deuses foram convidados. Loki, espírito do mal e da discórdia, apareceu sem ser chamado e armou uma briga que terminou com a morte de Balder, o favorito dos deuses. Daí veio a crendice de que convidar 13 pessoas para um jantar era desgraça na certa.


Segundo outra história, a deusa do amor e da beleza era Friga (que deu origem a frigadag, sexta-feira). Quando as tribos nórdicas e alemãs se converteram ao cristianismo, Friga foi transformada em bruxa. Como vingança, ela passou a se reunir todas as sextas com outras 11 bruxas e o demônio. Os 13 ficavam rogando pragas aos humanos. (fonte Wikipédia)


Depois do esclarecimento as questões...

Foges dos gatos pretos?

Passas por baixo de uma escada?

Consegues partir um espelho?

Para ti uma sexta-feira 13 é um dia normal ou um dia a evitar?

Superstição ou realidade... acreditas mesmo em superstições... achas que o destino é regido por numerologia... por outros símbolos?

Aproveita esta sexta-feira 13 para esclarecer e esclarecer-te... Eu vou tentar desfrutar ao máximo... desejem-me sorte...hihi


2 comentários:

António Luís disse...

Muito interessante e, sobretudo, revelador de estudo e conhecimento, num TPC sem mácula.

Até logo... Se não houver azar!...

Joaninha disse...

humm... depois de ler o teu texto... devo dizer que não sofro dessa doença... gosto de números ímpares!! E as coisas só correm mal se pensarmos nisso!!
Pensamentos positivos dão bosn frutos ;)