domingo, 1 de março de 2009

Conquistei ...


A paciência tem sido minha aliada e companheira de batalha...
Largo as pressas e valorizo os pequenos momentos...
Gosto de ti, simplesmente porque gosto...
O resto de nada interessa...

Queria poder dizer-te isso mesmo...
Um medo envolve-me mais que um terrível nevoeiro...
Enganas-te se pensas que é o de dizeres... não!

Não quero desperdiçar a amizade conquistada...
Única e interessante como foi crescendo...
Nada de melhor existiria... se ela fosse eterna...
Cada vez que se parece abrir uma oportunidade...
Algo acontece... talvez não esteja destinado a acontecer...

Estou e estarei aqui para o que precisares...
Segurança... confidente... ombro amigo...
Podes encontrar tudo isso! não fujo!...
Esperando uma oportunidade para mim...
Respeito a tua vontade...
Evito nas alturas críticas dar opinião...
Inevitavelmente poderei deixar o meu coração falar...

Se tal acontecer... terei falhado...
Enquanto amigo tenho que me conter...
Nunca se sabe... a carne pode acabar por ser fraca...
Transparecer mais convictamente os sentimentos...
Invisto a longo prazo... sendo paciente...
Respeitando assim o pouco ou muito que vou conseguindo!

3 comentários:

Drêycka disse...

a velha saga da Amizade Colorida... Grçs eu ter passado essa fase,

hehehe

:)

carmemlucia disse...

Que texto adificante!
Colocar uma amizade acima
do amor é algo raro, dificil
de controlar até.
Mas na minha opinião
é uma prova de amor que
supera o proprio eu, a ãnsia
do toque,do beijo. Deixar de
ser o namorado para ser o amigo o cumplice.
Isto é amor sublime!
Filipe teu texto está realmente
lindo, como sempre tens o dom de me surpreender.

Caroteno disse...

Esta pequena grandiosa história está dividida em capítulos...nesta altura já tenho publicado mais de metade...faltam apenas 2 textos para a completar...

Quando estiver completa gostava de saber a vossa opinião... escrever com continuidade ou voltar aos teus únicos?

bjitos