quarta-feira, 11 de março de 2009

Para quando...

Quando te poderei alcançar?!
Caminho para ti... avanço...
Mas pereço... estou cada vez mais distante!?
O que fazer...
Não consigo parar de caminhar...
Mas sinto-me fraco...
Desfalecendo à medida que avanço...
Ou será à medida que te afastas!
Desistir?!
Não... essa palavra...
Essa palavra não existe!
Continuarei a caminhar...
Se parar de o fazer...
Será sinal que parei de vez...
E para sempre te terei dito adeus!


5 comentários:

António Luís disse...

Caro amigo!

Se os teus textos aparecessem escritos algures sem identificação, o "estilo" já denunciaria, sem temor de erro, que serias tu o seu autor.

O caminho faz-se a andar!
Difícil, na subida íngreme e desencorajadora, mas avançando e alcançando a glória de chegar ao seu cimo.
Daí, a vista que se alcança vale o esforço e, não sendo a última subida, carrega baterias para novas jornadas. Sem desistir!
Nunca!

More Than Words disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Drêycka disse...

hum... gostei, colega!

bju pra vc

carmemlucia disse...

A vida é uma constante caminhada. quando conseguir alcança~lá. È sinal que jornada chegou na sua etapa final.
Então segue teu rumo como as aves.
Continua escrevendo,talvez este seja o rumo que Deus escolhei,para com teus textos tocar o fundo de nossos corações!
Te Adoro..
bjs

Caroteno disse...

Somos aquilo que assumimos e que fazemos!
Se não fazemos nada...então somos mortos...

é lógico que caminhamos... partimos no início da nossa vida sem saber onde a estrada que percorremos vai... mas nunca deve ser por isso que devemos desistir de a percorrer!