quinta-feira, 14 de maio de 2009

Um **** muito especial...


Tapei-te os olhos...
Cativei a tua atenção...
Li-te este belo poema em jeito de canção...
E transbordando de emoção...
Pedi-te que em teu coração...
Decifrasses o profundo Eu com toda a tua dedicação!

O Eu que tão perdido andava...
O Eu que tanto procurava...
O Eu que te encontrou...

O Eu que na sua fortaleza se fragilizou...
Quando pelo mundo tanto buscou...
Um outro Eu que pudesse um dia ser também seu...
"Quem busca sempre alcança"...

Não de um acaso, mas por uma razão da vida...
O contacto e a conquista foram desde logo sentidos...
O calor que percorreu meu corpo foi sinal...
O entendimento comungado num efémero espaço de tempo...
O muito querer e de um jeito meio sem querer nada dizer...
A dor de desde logo te ver partir a cada centímetro que nos afastava...
Por muito que o quisesse calar... a sua força acabou por se revelar...
****... palavra que nunca usei... que não te enganes e penses que não sinto...
Não!... É uma palavra que não se usa... é sim um sentimento que se sente...
Como? como saberei o que sentes se não me dizes?...
O melhor é mesmo mostrar... demonstrar... descrever...

O Sol brilha... mas longe do brilho do teu olhar...
A saudade aperta... o peito dói...
A liberdade chega... os meus olhos vêm os teus...
A alegria inunda o meu ser...
E nada mais consegui escrever...
Apenas fico a sentir... a sentir-te...
E nesses momentos a certeza do **** que sinto...
Sentimento belo e único que me faz voar...
Voar para lá do horizonte e do atingível...

2 comentários:

carmemlucia disse...

Lindo poema!
Duas almas que se procuram,quando se encontram tudo é maravilhoso.
O mundo aos olhos de quem tanto esperou passa a ter brilho!
Mas como no teu poema,nem sempre elas ficam juntas para sempre.
Não é um simples poema,é mais que isto. È um lamento de um coração que na realidade se enganou,não era sua alma gemea.E só restou a dor da saudade!!

Caroteno disse...

Miguita, acho que posso dizer que pela primeira vez há uma parte da interpretação que fizeste que não é bem aquilo que tentei transparecer para o texto...a parte negativa não está presente no texto... este texto quer e é muito positivo e em nada tende para o aspecto negativo...é a primeira vez miguita que não tou 100% com a tua interpretação... mas é a tua leitura...logo totalmente válida...