segunda-feira, 15 de junho de 2009

Errar...


No silêncio da noite... nos silêncios da vida...
Apenas aí conseguimos ver e ler aquilo que é importante...
Por vezes tarde demais... outras vezes nunca o vemos realmente...
Quando o vemos... dói... dói muito profundamente...
Inocentemente procuramos remediar...
Tolos!... o que aconteceu é imutável...
Jamais conseguimos apagar a mágoa...
Aquela que fizemos sentir a alguém...
Corremos e aceleramos a nossa vida...
Mas o avançar mais depressa não trás as melhoras desejadas...
O mal e os erros estão feitos...
Pedimos desculpa!... choramos lágrimas amargas...
Enxugamos o rosto... e elas correm dentro do peito...
O mal magoa-nos... e magoou alguém!
Isso não mudamos... não apagamos!...
O que fazer?...
Nada... aprender a não errar...
Pois o erro já não o podemos apagar!

6 comentários:

Ailime disse...

Boa noite,
É no meio dos silêncios que conseguimos ouvirmo-nos e fazer uma introspecção daquilo que fizemos ou não...
Ter consciência de que errámos é muito bom! E depois existe o perdão... a confiança e o tempo!
Quando o perdão é verdadeiro, o tempo ajudará a curar todas as feridas!
Beijinhos.

carmemlucia disse...

Tens razão é no silêncio da noite que paramos para pensar, rever tudo o que se passou em alguns momentos da nossa vida. Magoamos e somos magoados.
Mas nada vai conseguir remediar isto.Não podemos fazer o tempo voltar,só deixar as lágrimas cairem fazendo doer os olhos e a alma.Mas meu querido poeta te faço uma pergunta:
como se aprende a não cometer os mesmo erros?

Caroteno disse...

Como evitar os mesmos erros...
Essa é fácil...
Quando reconhecemos que erramos no nosso interior sentimos essa mágoa...e se o sentirmos verdadeiramente na próxima vez que estivermos para cair no mesmo erro o nosso coração vai doer bem forte e saberemos que já não podemos ir por ali... mas se mesmo assim formos por lá é porque iremos tentar fazer as coisas de maneira diferente...

Não sou sábio... não sei se é a resposta certa... nem sei se a resposta certa existe... gosto sim que as pessoas pensem no que é o erro ao lerem o meu pequeno texto...

bjos e obrigado pelos comentários...

carmemlucia disse...

Meu querido amigo.acho que encontrou sim a resposta para não cometermos os mesmos erros.
Saber ouvir o nosso coração!
Ele vai doer e isto nos afastarâ de mais uma vez cometer os velhos erros.
Beijos.

RETIRO do ÉDEN disse...

Caroteno,

Concordo plenamente com as suas palavras e explicações sobre "O erro e como ou "não" tornar a errar"

O ideal é não errar. Isso todo o Mundo sabe!!...

mas é MODA dizer-se "...há que aprender com os próprios erros"...e vamos errando, errando, e pedindo desculpas e pedindo desculpas...e vamos aprendendo ou "não" e magoando, magoando,...mas lá está...é preciso é sentirmo-nos bem com a n/consciência...mas e quem não tem consciência?...

Para mim o ideal é aprender tudo o que houver a aprender se possível com os erros dos OUTROS... e fazer o IMPOSSÍVEL para não errar nem magoar....

...É necessário sabermos ver na escuridão...

Um forte abraço e continue...mas sem erros!!!!
Mer

Caroteno disse...

Ninguém erra propositadamente, pelo menos eu não consigo conceber o erro propositado, pois seria o mesmo que premeditar o erro...isso seria um erro duplo mesmo que nunca fosse realmente cometido.

Sim o ideal seria não errar... e melhor seria se aprendêssemos com os erros dos outros...mas por vezes estamos demasiado ocupados com o nosso eu e nem vejo os erros dos outros... por vezes apenas os sentimos...

Obrigado por mais esta visita, continua a visitar e a comentar, pois vejo nos teus comentários comentários sábios e reflexivos.