sábado, 17 de outubro de 2009

As linhas...



As linhas do tempo cozem-nos à vida...
Prendem-nos... soltam-nos... amarram-nos...
As linhas do tempo são a razão de viver...
Somos o fruto delas e elas guiam-nos...
As linhas... cruzadas... paralelas...
As linhas do pensamento orientam-nos...
Essas linhas que nos guiaram...
Elas que nos uniram...
Pensamentos que voaram mais alto...
Pensamentos que voaram mais longe...
Elas que nos soltaram no mundo dos sonhos...
Elas que desenham os sonhos...
Os sonhos que nos guiam e comandam na vida...
A vida que é curta demais para não ser vivida...
Ser vivida na intensidade e no amor...
No amor que em ti encontrei!...

2 comentários:

António Luís disse...

Bonito e verdadeiro!

Abraço.

Caroteno disse...

A beleza é sempre fruto dos olhos que para ela olham... a veracidade... bem até hoje considero não escrito nenhuma mentira aqui no blog...hehe

Um abraço...