domingo, 6 de dezembro de 2009

Banha-me...


Que estranha forma de vida...
Agradável... doce... intensa... leve...
Esta que me mostraste ser possível viver!...
Os sonhos que pareciam nunca se realizar...
São realidades... deixam o mundo de fantasia...
E mostram a sua real força...
Este doce que reside nos meu lábios...
Esta alegria sempre presente...
O aroma do teu corpo...
A minha cura... a minha fonte de vida...
O meu leito e rio de prazer...
Oh! Meu doce anjo...
Só tu tens palavras...
Gestos...
Momentos...
De intenso prazer e alegria...
De felicidade e de puros momentos de entrega total...
Os dias passam e aguardo pela tua presença...
Para poder banhar-me nas tuas águas...
Sim, só tu meu doce mar me banhas assim!...
Só tu meu pedaço de céu me dás a calma e alegria de viver...
Só tu meu algodão doce me dás...
Dás aquilo que apenas tu sabes e podes dar!...

Sem comentários: