segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Monólogo...




Sobre esta cadeira onde me sento...
Fixo o olhar no horizonte...
Pestanejo duas vezes...
A imagem fica gravada no meu interior...
O sol que ao longe não se vê...
Aquece este corpo coberto por finos trapos...
Sento-me nesta cadeira...
Escrevo neste dia para mais tarde recordar...
Este dia entre todos os outros dias...
Palavras...
Aquelas que penso...
As que vejo voar...
Tento organizar o pensamento...
Tarefa impossível...
O pensamento não para...
Neste pequeno e breve instante desloco-me...
Mais rápido que o som... mais leve que a luz...
Viajo para os teus braços...
Aqueles que me acolhem...
Me aquecem...
Me embalam...

Sem comentários: