segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Beleza rara...

 


O rio corria...
Tranquilo e imperturbável...
Peguei numa pequena pedra...
E milhares de gotas se soltaram...

Numa beleza rara...

Pintaram a paisagem...
Um manto de cores cobrir o horizonte...
Do amarelo ao azul...

Numa beleza rara...

O colorido fez-me esboçar um sorriso...
O olhar desviou-se ao teu encontro...
O queixo caiu perante...

Uma beleza rara...

Os lábios colaram-se...
As palavras não se soltavam...
Apenas o olhar que não mais te largou...

A ti minha beleza rara...

Nos teus olhos vi...
Vi toda essa beleza que de ti transborda...
Como uma fonte luminosa e radiante...

Tu beleza rara...

Tu que inspiras as minhas palavras...
Tu que nelas vives...
Tu... e só tu...

Beleza rara...

Sem comentários: