quarta-feira, 31 de março de 2010

Parto...



De olhos fechados...
Coração ferido...
Parto...
Afasto-me na esperança de um dia voltar...
Voltar a voar em teus braços...
Onde me encontrei e me organizei...
Sei que um dia voltarás a brilhar...
Como o sol que todas as tardes se despede...
Mas regressa no novo amanhã...
É um até já doloroso...
Mas também é esperançoso...
Parto agora para um dia voltar...

Parto...



De olhos fechados...
Coração ferido...
Parto...
Afasto-me na esperança de um dia voltar...
Voltar a voar em teus braços...
Onde me encontrei e me organizei...
Sei que um dia voltarás a brilhar...
Como o sol que todas as tardes se despede...
Mas regressa no novo amanhã...
É um até já doloroso...
Mas também é esperançoso...
Parto agora para um dia voltar...

terça-feira, 30 de março de 2010

Sara Bareilles...


Aqui me confesso um grande desconhecedor de música... este é um bom exemplo disso mesmo... muito bom que resolvi partilhar aqui no blog... ouçam e leiam a letra da música... muito sentimento e emoção transportados nas palavras...

Sara Bareilles...


Aqui me confesso um grande desconhecedor de música... este é um bom exemplo disso mesmo... muito bom que resolvi partilhar aqui no blog... ouçam e leiam a letra da música... muito sentimento e emoção transportados nas palavras...

segunda-feira, 29 de março de 2010

Saudade...



Os peixes sem água sufocam...
As aves sem asas perdem a sua liberdade...
Eu sem ti...
Sinto a dor intensa no meu peito...
Sinto a falta de ver a minha felicidade espelhada nos teus olhos...
Preciso de ti...
Vem comigo construir o espelho do que nos une...
Vamos abraçar a teia que a vida à nossa voltam construiu...
Os errantes perdidos vagueavam...
E à beira de um lago se encontraram...
No reflexo das águas calmas sorriram...
Não era o seu reflexo que viam...
Apenas um desconhecido que sempre pareciam procurar...
A calma do lago...
A entrega e liberdade das águas...
Trouxeram-me à tua presença...
Tenho saudades de ti...
Vejo-te no interior dos meus olhos...
Sinto o teu aroma preencher os meus pulmões...
Toque a minha pele a fervilhar...
Corres dentro de mim...
Fazes-me corar...
As minhas pernas tremer...
Tenho saudades de ti...

Saudade...



Os peixes sem água sufocam...
As aves sem asas perdem a sua liberdade...
Eu sem ti...
Sinto a dor intensa no meu peito...
Sinto a falta de ver a minha felicidade espelhada nos teus olhos...
Preciso de ti...
Vem comigo construir o espelho do que nos une...
Vamos abraçar a teia que a vida à nossa voltam construiu...
Os errantes perdidos vagueavam...
E à beira de um lago se encontraram...
No reflexo das águas calmas sorriram...
Não era o seu reflexo que viam...
Apenas um desconhecido que sempre pareciam procurar...
A calma do lago...
A entrega e liberdade das águas...
Trouxeram-me à tua presença...
Tenho saudades de ti...
Vejo-te no interior dos meus olhos...
Sinto o teu aroma preencher os meus pulmões...
Toque a minha pele a fervilhar...
Corres dentro de mim...
Fazes-me corar...
As minhas pernas tremer...
Tenho saudades de ti...

domingo, 28 de março de 2010

Evanescence...


Meu anjo obrigado por me teres salvo da escuridão em que a minha vida se encontrava... Meu anjo... para junto de ti quero voar... uma música muito interessante e que confesso não conhecia...

Evanescence...


Meu anjo obrigado por me teres salvo da escuridão em que a minha vida se encontrava... Meu anjo... para junto de ti quero voar... uma música muito interessante e que confesso não conhecia...

sábado, 27 de março de 2010

Livro aberto...

 


Abri as portas da minha vida...
O desconhecimento não foi impedimento...
Estranha forma de começar...
Natural forma de viver...
A minha vida transformou-se em livro aberto para ti...
O meu coração a ti se entregou de forma livre...
Sem receio...
Como foi possível?!!...
A sinceridade...
A honestidade...
A abertura de vida...
A entrega...
Serão justificações?!...
Leste as páginas da minha vida...
Nelas colocaste o teu nome...
Gravaste-as em marca de ouro no meu coração...
Sinto a tua falta...
Vem...
E contigo novos capítulos neste livro aberto!...

Livro aberto...

 


Abri as portas da minha vida...
O desconhecimento não foi impedimento...
Estranha forma de começar...
Natural forma de viver...
A minha vida transformou-se em livro aberto para ti...
O meu coração a ti se entregou de forma livre...
Sem receio...
Como foi possível?!!...
A sinceridade...
A honestidade...
A abertura de vida...
A entrega...
Serão justificações?!...
Leste as páginas da minha vida...
Nelas colocaste o teu nome...
Gravaste-as em marca de ouro no meu coração...
Sinto a tua falta...
Vem...
E contigo novos capítulos neste livro aberto!...

sexta-feira, 26 de março de 2010

Delfins...



Ao que se diz este foi um projecto que terminou... um anjo que caiu... uma música muito interessante... um marco que os Delfins deixam na música portuguesa...

Delfins...



Ao que se diz este foi um projecto que terminou... um anjo que caiu... uma música muito interessante... um marco que os Delfins deixam na música portuguesa...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Amar...


Amar...
A palavra sobre a qual por vezes é tão difícil falar...
Sentimento muito difícil de explicar...
Amar... é muito mais que sentir...
Amar é desejar...
Amar é sem rumo partir para viajar...
É entre a escuridão da noite conseguir sonhar...
Amar...
É fazer com que te apaixones novamente a cada novo dia...
Entregar o coração nas tuas mãos...
Entregar todo o meu ser nos teus braços...
Fazer a tua essência correr sob a minha pele...
Sentir-te...
Cheirar-te...
Tocar-te...
Mesmo sem te ter aqui por perto...
Amar-te...

Amar...


Amar...
A palavra sobre a qual por vezes é tão difícil falar...
Sentimento muito difícil de explicar...
Amar... é muito mais que sentir...
Amar é desejar...
Amar é sem rumo partir para viajar...
É entre a escuridão da noite conseguir sonhar...
Amar...
É fazer com que te apaixones novamente a cada novo dia...
Entregar o coração nas tuas mãos...
Entregar todo o meu ser nos teus braços...
Fazer a tua essência correr sob a minha pele...
Sentir-te...
Cheirar-te...
Tocar-te...
Mesmo sem te ter aqui por perto...
Amar-te...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Mesa...


Aqui fica mais uma referência a um projecto português... em Portugal também se conseguem projectos e músicas interessantes...

Mesa...


Aqui fica mais uma referência a um projecto português... em Portugal também se conseguem projectos e músicas interessantes...

terça-feira, 23 de março de 2010

Desperta...



A delicadeza dos brancos lençóis...
A pureza e aroma da tua pele...
O brilho dos teus olhos...
O muito doce toque dos teus lábios...
Sim... desperta-me o desejo!...
Aquele que me consome e dá vida...
O mesmo que me guia nas longas viagens...
Esse mesmo que dizes não ser culpa tua...
És tu que o despertas e...
Sacias...

Desperta...



A delicadeza dos brancos lençóis...
A pureza e aroma da tua pele...
O brilho dos teus olhos...
O muito doce toque dos teus lábios...
Sim... desperta-me o desejo!...
Aquele que me consome e dá vida...
O mesmo que me guia nas longas viagens...
Esse mesmo que dizes não ser culpa tua...
És tu que o despertas e...
Sacias...

segunda-feira, 22 de março de 2010

Celine Dion...


Esta será uma música que todos reconhecem... a letra tocará a muitos... eu guardo uma frase particularmente... "O amor pode-nos tocar uma só vez, e durar a vida inteira"... nessa frase eu revejo a vida... passamos a vida a correr atrás de um grande amor... quando por vezes ele nos tocam nem nos apercebemos... não é a saudade... não é a dor que deixa... é sim a intensidade com que se vive é que demonstra o verdadeiro amor... aquele ao qual nos entregamos e abraçamos de forma sincera e totalmente disponível... sim é bonito falar assim... mas mais bonito é viver com esse sentimento no meu peito!... Obrigado por aquele pequeno toque que deste na minha vida e que me fez abrir-te o coração... está música a ti te dedico meu anjo...

Celine Dion...


Esta será uma música que todos reconhecem... a letra tocará a muitos... eu guardo uma frase particularmente... "O amor pode-nos tocar uma só vez, e durar a vida inteira"... nessa frase eu revejo a vida... passamos a vida a correr atrás de um grande amor... quando por vezes ele nos tocam nem nos apercebemos... não é a saudade... não é a dor que deixa... é sim a intensidade com que se vive é que demonstra o verdadeiro amor... aquele ao qual nos entregamos e abraçamos de forma sincera e totalmente disponível... sim é bonito falar assim... mas mais bonito é viver com esse sentimento no meu peito!... Obrigado por aquele pequeno toque que deste na minha vida e que me fez abrir-te o coração... está música a ti te dedico meu anjo...

domingo, 21 de março de 2010

Desejo...



Desejo...
O nosso por-do-sol ao longe no horizonte...
Desejo...
O nosso passeio entre a espuma à beira mar...
Desejo...
Que as nossas asas se continuem a tocar...
Desejo...
Viver nesta paz... harmonia e felicidade...
Desejo...
Sim!... desejo-te a ti que tudo isto me fazes desejar...
Todas as viagens e sonhos dos quais não quero acordar...
Acima do desejar... eu acredito no concretizar...
Por isso te digo sem hesitar...
Um dia vamos passear à beira mar...
Vamos ver o sol de por e esperar o luar...
Vamos... vamos para lá das nuvens os dois voar...
Desejo...
Que quando o búzio paremos para escutar...
Apenas dele possamos ouvir entoar...
Gosto muito de te amar!...

Desejo...



Desejo...
O nosso por-do-sol ao longe no horizonte...
Desejo...
O nosso passeio entre a espuma à beira mar...
Desejo...
Que as nossas asas se continuem a tocar...
Desejo...
Viver nesta paz... harmonia e felicidade...
Desejo...
Sim!... desejo-te a ti que tudo isto me fazes desejar...
Todas as viagens e sonhos dos quais não quero acordar...
Acima do desejar... eu acredito no concretizar...
Por isso te digo sem hesitar...
Um dia vamos passear à beira mar...
Vamos ver o sol de por e esperar o luar...
Vamos... vamos para lá das nuvens os dois voar...
Desejo...
Que quando o búzio paremos para escutar...
Apenas dele possamos ouvir entoar...
Gosto muito de te amar!...

sábado, 20 de março de 2010

Berlin...


Grande tema... se não o fosse não teria sido escolhido para banda sonora de um filme muito conhecido... TopGun... mais do que o filme a letra da música é muito forte... ouçam... certamente não se arrependem...

Berlin...


Grande tema... se não o fosse não teria sido escolhido para banda sonora de um filme muito conhecido... TopGun... mais do que o filme a letra da música é muito forte... ouçam... certamente não se arrependem...

sexta-feira, 19 de março de 2010

Silêncio...


Não digas nada!...
Deixa as estrelas falarem...
As ondas do mar em fúria gritarem...
As borboletas sussurrarem no seu bater de asas...
Deixa o silêncio falar...
Olha-me nos olhos e diz-me...
Diz-me o que só tu sabes dizer...
Faz-me sentir aquilo que só tu me fazes sentir...
Silêncio!...
Não digas nada que os outros ouçam...
Deixa que apenas eu perceba a tua mensagem...
Ouço o bater do teu coração...
Sinto o meu a bater por ti...
No silêncio das nossas palavras...
Voamos sem horizonte...
Viajamos sem saber por onde...
No silêncio das palavras nos conhecemos...
As palavras que não chegaram a ser ditas...
Os sorrisos que trocamos...
Os olhares em que dialogamos...
Silêncio!...
Não digas nada...
Pois já dissemos tanto...

Silêncio...


Não digas nada!...
Deixa as estrelas falarem...
As ondas do mar em fúria gritarem...
As borboletas sussurrarem no seu bater de asas...
Deixa o silêncio falar...
Olha-me nos olhos e diz-me...
Diz-me o que só tu sabes dizer...
Faz-me sentir aquilo que só tu me fazes sentir...
Silêncio!...
Não digas nada que os outros ouçam...
Deixa que apenas eu perceba a tua mensagem...
Ouço o bater do teu coração...
Sinto o meu a bater por ti...
No silêncio das nossas palavras...
Voamos sem horizonte...
Viajamos sem saber por onde...
No silêncio das palavras nos conhecemos...
As palavras que não chegaram a ser ditas...
Os sorrisos que trocamos...
Os olhares em que dialogamos...
Silêncio!...
Não digas nada...
Pois já dissemos tanto...

quinta-feira, 18 de março de 2010

Roman Keating...


Sem muito a dizer... apenas uma música fantástica para ouvir e saborear...

Roman Keating...


Sem muito a dizer... apenas uma música fantástica para ouvir e saborear...

quarta-feira, 17 de março de 2010

Apetece-me...


Apetece-me...
Bater asas e voar daqui para fora...
Apetece-me...
Neste dia viajar...
Partir sem saber quando voltar...
Ir...sem de antemão saber o lugar...
Apetece-me...
Entre o azul do mar adormecer...
Salpicado pelo branco da espuma...
Pelas ondas embalado...
Apetece-me...
Ao mundo inteiro gritar...
E com as injustiças acabar...
Apetece-me...
Em linhas soltas poder escrever...
O que no meu interior me está a apetecer...
Apetece-me...
Mais do que estar contigo...
Quero mais do que me apetece...
Viver cada dia e ver o que acontece...
Apetece-me...

Apetece-me...


Apetece-me...
Bater asas e voar daqui para fora...
Apetece-me...
Neste dia viajar...
Partir sem saber quando voltar...
Ir...sem de antemão saber o lugar...
Apetece-me...
Entre o azul do mar adormecer...
Salpicado pelo branco da espuma...
Pelas ondas embalado...
Apetece-me...
Ao mundo inteiro gritar...
E com as injustiças acabar...
Apetece-me...
Em linhas soltas poder escrever...
O que no meu interior me está a apetecer...
Apetece-me...
Mais do que estar contigo...
Quero mais do que me apetece...
Viver cada dia e ver o que acontece...
Apetece-me...

terça-feira, 16 de março de 2010

Carlos Paião...


Um tributo a um dos grandes compositores de música em Portugal, quis o destino que já não esteja entre nós... Um bem haja ao Carlos por todo o património musical que nos deixou e que ainda hoje se ouve!...

Carlos Paião...


Um tributo a um dos grandes compositores de música em Portugal, quis o destino que já não esteja entre nós... Um bem haja ao Carlos por todo o património musical que nos deixou e que ainda hoje se ouve!...

segunda-feira, 15 de março de 2010

Amazing...



No desconforto desta dura cadeira...
Conforta-me pensar em ti...
Sinto os lábios sorrirem nesse pensamento...
Vejo as pessoas olharem-me desconfiadas...
Indiferente à sua desconfiança...
Penso no espantoso que tem sido a minha vida...
Dou por mim a viajar nas memórias do passado...
É de facto espantoso...
A forma como desde o início falaste directamente ao meu coração...
A forma como mesmo sem dizeres nada iluminas todo o meu mundo...
Tento explicar como durante os meus dias te ouço...
Mesmo quando no meio da multidão estás fisicamente tão longe de mim...
O sorriso do teu rosto...
A primeira imagem que guardei de ti...
A imagem do teu rosto...
Que um dia na palma da minha mão guardei...
No interior do teu olhar...
Vi verdade...
Vi dor e muito sofrimento...
Senti o toque da tua mão...
Hoje continuo a ver a mesma verdade...
Vejo a dor e o sofrimento a dissiparem-se
Sinto ainda o toque da tua mão no meu rosto...
O toque que nos uniu nesse primeiro encontro...
É espantosa a alegria que trouxeste aos meus dias...
A luz que faz os meus olhos brilharem...
A tua imagem meu coração bater mais forte...
A minha palma da mão passou a ser o teu espelho...
Nele te vejo e contemplo...
É espantoso!...
Sentir esta alegria...
Querer em todas as palavras e gestos exprimi-la...
Acima de tudo poder ter a sua presença em todos os meus dias!...

Amazing...



No desconforto desta dura cadeira...
Conforta-me pensar em ti...
Sinto os lábios sorrirem nesse pensamento...
Vejo as pessoas olharem-me desconfiadas...
Indiferente à sua desconfiança...
Penso no espantoso que tem sido a minha vida...
Dou por mim a viajar nas memórias do passado...
É de facto espantoso...
A forma como desde o início falaste directamente ao meu coração...
A forma como mesmo sem dizeres nada iluminas todo o meu mundo...
Tento explicar como durante os meus dias te ouço...
Mesmo quando no meio da multidão estás fisicamente tão longe de mim...
O sorriso do teu rosto...
A primeira imagem que guardei de ti...
A imagem do teu rosto...
Que um dia na palma da minha mão guardei...
No interior do teu olhar...
Vi verdade...
Vi dor e muito sofrimento...
Senti o toque da tua mão...
Hoje continuo a ver a mesma verdade...
Vejo a dor e o sofrimento a dissiparem-se
Sinto ainda o toque da tua mão no meu rosto...
O toque que nos uniu nesse primeiro encontro...
É espantosa a alegria que trouxeste aos meus dias...
A luz que faz os meus olhos brilharem...
A tua imagem meu coração bater mais forte...
A minha palma da mão passou a ser o teu espelho...
Nele te vejo e contemplo...
É espantoso!...
Sentir esta alegria...
Querer em todas as palavras e gestos exprimi-la...
Acima de tudo poder ter a sua presença em todos os meus dias!...

domingo, 14 de março de 2010

3 Doors Down...


Uma letra fantástica... por vezes ouvimos as músicas gostamos... mas quantas vezes as ouvimos e percebemos realmente?!... pensem nisto na próxima música que ouvirem...

3 Doors Down...


Uma letra fantástica... por vezes ouvimos as músicas gostamos... mas quantas vezes as ouvimos e percebemos realmente?!... pensem nisto na próxima música que ouvirem...

sábado, 13 de março de 2010

Pertenço-te...


Quando olho nos teus olhos...
Sinto a escuridão da noite desaparecer...
Sinto o fogo ardente acender-se em mim...
Sinto o desejo de em teus braços me aconchegar...
Entre os teus lábios me refugiar...
Em ti permanecer...

Quando percorro o teu olhar...
Sinto a alegria e o sofrimento...
Sinto a matéria leve capaz de flutuar...
Sinto os pés nos chão por não estar a sonhar...

Quando entro no teu olhar...
Sinto o meu coração acelerar...
Sinto as pupilas a dilatar...
Sinto as pernas a fraquejar...

Pertenço-te...


Quando olho nos teus olhos...
Sinto a escuridão da noite desaparecer...
Sinto o fogo ardente acender-se em mim...
Sinto o desejo de em teus braços me aconchegar...
Entre os teus lábios me refugiar...
Em ti permanecer...

Quando percorro o teu olhar...
Sinto a alegria e o sofrimento...
Sinto a matéria leve capaz de flutuar...
Sinto os pés nos chão por não estar a sonhar...

Quando entro no teu olhar...
Sinto o meu coração acelerar...
Sinto as pupilas a dilatar...
Sinto as pernas a fraquejar...

sexta-feira, 12 de março de 2010

Eros Ramazzotti & Anastacia


Eu pertenço a ti e tu pertences a mim para sempre... cantam os artistas a certa altura... claro que ninguém pode dizer se será para sempre... mas posso dizer que pertenço a ti... e neste momento o que mais desejo mesmo é que seja para sempre... um dia após o outro... pé ante pé... silenciosamente e de forma delicada e doce!...

Eros Ramazzotti & Anastacia


Eu pertenço a ti e tu pertences a mim para sempre... cantam os artistas a certa altura... claro que ninguém pode dizer se será para sempre... mas posso dizer que pertenço a ti... e neste momento o que mais desejo mesmo é que seja para sempre... um dia após o outro... pé ante pé... silenciosamente e de forma delicada e doce!...

quinta-feira, 11 de março de 2010

Pressa...


Na vida somos impelidos a viver...
A viver fugindo do tempo...
O tempo que parece sempre curto...
Curto para uns ou longo para muitos...
Entre os apressados de viver há ainda os pressionados a viver...
A vida é curta... breve... intemporal...
O tempo é mero veículo de viver...
Não tenho pressa de viver...
Não me sinto pressionado a viver...
O tempo trás à minha vida tudo o que há para viver...
Vivi o ontem... vivo o hoje...
O amanhã será hoje quando for o seu tempo...
Cada dia pode ser o último...
Não conto dias... vivo para os dias...
Somos o hoje e não o ontem...
Somos presente hoje e presente amanhã!...

Pressa...


Na vida somos impelidos a viver...
A viver fugindo do tempo...
O tempo que parece sempre curto...
Curto para uns ou longo para muitos...
Entre os apressados de viver há ainda os pressionados a viver...
A vida é curta... breve... intemporal...
O tempo é mero veículo de viver...
Não tenho pressa de viver...
Não me sinto pressionado a viver...
O tempo trás à minha vida tudo o que há para viver...
Vivi o ontem... vivo o hoje...
O amanhã será hoje quando for o seu tempo...
Cada dia pode ser o último...
Não conto dias... vivo para os dias...
Somos o hoje e não o ontem...
Somos presente hoje e presente amanhã!...

quarta-feira, 10 de março de 2010

Michael Bolton...


Tudo por amor... Tudo no amor... Tudo por uma vida... Tudo numa vida... Deixo esta pequena flor a todos aqueles que amam nesta vida... ou melhor que vivem amando esta vida!

Michael Bolton...


Tudo por amor... Tudo no amor... Tudo por uma vida... Tudo numa vida... Deixo esta pequena flor a todos aqueles que amam nesta vida... ou melhor que vivem amando esta vida!

terça-feira, 9 de março de 2010

Mulher...


Mulher...
Tu és o berço da vida...
De ti nascemos...
Dentro de ti crescemos...
E por ti vivemos...

Mulher...
Tu és a estrada da vida...
Companheira das alegrias...
Ombro amigo nas tristezas...
És o laço da amizade...

Mulher...
Tu és o leito do amor...
O teu aroma me seduz...
O teu olhar me conduz...
No teu leito quero adormecer para a vida...

Mulher...
Tu és o campo de batalha...
Tu sofres para que possamos nascer...
Tu aguentas todas as chagas e dores de uma vida...
Tu morres pelo amor de uma vida...

Mulher...
Ser único e sem igual...
Sem dúvida merecedora de um dia Internacional...
Um dia que não é mais do que todos os dias...
Obrigado Mulher!...

Mulher...


Mulher...
Tu és o berço da vida...
De ti nascemos...
Dentro de ti crescemos...
E por ti vivemos...

Mulher...
Tu és a estrada da vida...
Companheira das alegrias...
Ombro amigo nas tristezas...
És o laço da amizade...

Mulher...
Tu és o leito do amor...
O teu aroma me seduz...
O teu olhar me conduz...
No teu leito quero adormecer para a vida...

Mulher...
Tu és o campo de batalha...
Tu sofres para que possamos nascer...
Tu aguentas todas as chagas e dores de uma vida...
Tu morres pelo amor de uma vida...

Mulher...
Ser único e sem igual...
Sem dúvida merecedora de um dia Internacional...
Um dia que não é mais do que todos os dias...
Obrigado Mulher!...

segunda-feira, 8 de março de 2010

The Jonas Brothers...


"Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós. Há os que levaram muito, mas há os que deixaram nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso."

Mais até que a letra da música de si já bela... esta introdução é o retrato do que de mais belo a vida tem... viver é entregar-se... viver o amor é dar-se, mesmo sem esperar nada em troca... quando a dádiva é mútua o amor é pleno e maravilhoso!...

The Jonas Brothers...


"Cada pessoa que passa em nossa vida é única. Sempre deixa um pouco de si e leva um pouco de nós. Há os que levaram muito, mas há os que deixaram nada. Esta é a maior responsabilidade de nossa vida e a prova evidente de que duas almas não se encontram por acaso."

Mais até que a letra da música de si já bela... esta introdução é o retrato do que de mais belo a vida tem... viver é entregar-se... viver o amor é dar-se, mesmo sem esperar nada em troca... quando a dádiva é mútua o amor é pleno e maravilhoso!...

domingo, 7 de março de 2010

Medo...


Tive dias de te ver chorar...
Horas em que te acolhi as lágrimas...
Senti a intensa tristeza que te abriu o peito...
Li nos teus olhos o medo...
Compreendi o teu sentir...
Os medos cercam-nos...
Os medos apertam-nos...
Os medos sufocam-nos...
De medo em medo vamos vivendo...
Mas sempre sem medo de viver...
O tempo cura os medos...
Os medos que já tive e vivi...
Os medos que não tenho...
Enfrento o medo com o dia-a-dia...
Vivendo a felicidade que cada um me trás...
Vivendo o melhor que sou capaz...
Olhando em frente sempre sem medo de olhar para trás...
Vivo... sem medo...
Embora receando que um dia o medo me apanhe...
O medo de perder essa alegria de viver!...

Medo...


Tive dias de te ver chorar...
Horas em que te acolhi as lágrimas...
Senti a intensa tristeza que te abriu o peito...
Li nos teus olhos o medo...
Compreendi o teu sentir...
Os medos cercam-nos...
Os medos apertam-nos...
Os medos sufocam-nos...
De medo em medo vamos vivendo...
Mas sempre sem medo de viver...
O tempo cura os medos...
Os medos que já tive e vivi...
Os medos que não tenho...
Enfrento o medo com o dia-a-dia...
Vivendo a felicidade que cada um me trás...
Vivendo o melhor que sou capaz...
Olhando em frente sempre sem medo de olhar para trás...
Vivo... sem medo...
Embora receando que um dia o medo me apanhe...
O medo de perder essa alegria de viver!...

sábado, 6 de março de 2010

Stevie Wonder...


Claro que ela é linda... claro que ela é maravilhosa... de outra forma porque surgiria aqui esta música... apreciem e espero que gostem... este um pequeno tributo ao Stevie Wonder...

Stevie Wonder...


Claro que ela é linda... claro que ela é maravilhosa... de outra forma porque surgiria aqui esta música... apreciem e espero que gostem... este um pequeno tributo ao Stevie Wonder...

sexta-feira, 5 de março de 2010

Crepúsculo...



Crepúsculo...
A união do dia à noite...
O despedir da luz e o acolher da noite...
Os impossíveis tocam-se...
Os impossíveis deixam de existir...
Crepúsculo...
A união do prazer à vontade...
Do desejo à liberdade...
Do coração ao amor...
Crepúsculo...
A beleza combinada...
De dois seres anunciada...
A felicidade brilha abaixo da linha da distância...
A alegria irradia acima de todos os tempos...
Crepúsculo...
É o querer e mudar de vida...
Trocar o lado sombrio pela luz...
A tristeza pela alegria e felicidade...
Sentir o crepúsculo é sorrir...
É abraçar a vida...
E olhando-a nos olhos... sorrir...
Sorrir no hoje... como se não houvesse amanhã...
É viver o hoje... na sombra do ontem...
E à luz do dia seguinte...
Sem planos de viajem...
Apenas com a vontade de viajar e viver!...

Crepúsculo...



Crepúsculo...
A união do dia à noite...
O despedir da luz e o acolher da noite...
Os impossíveis tocam-se...
Os impossíveis deixam de existir...
Crepúsculo...
A união do prazer à vontade...
Do desejo à liberdade...
Do coração ao amor...
Crepúsculo...
A beleza combinada...
De dois seres anunciada...
A felicidade brilha abaixo da linha da distância...
A alegria irradia acima de todos os tempos...
Crepúsculo...
É o querer e mudar de vida...
Trocar o lado sombrio pela luz...
A tristeza pela alegria e felicidade...
Sentir o crepúsculo é sorrir...
É abraçar a vida...
E olhando-a nos olhos... sorrir...
Sorrir no hoje... como se não houvesse amanhã...
É viver o hoje... na sombra do ontem...
E à luz do dia seguinte...
Sem planos de viajem...
Apenas com a vontade de viajar e viver!...

quinta-feira, 4 de março de 2010

Desconhecido...


Não sei a quem pertence a música que ajuda a ilustrar esta bela declaração de amor... mas não podia deixar de a expressar aqui... é uma bela declaração...

Desconhecido...


Não sei a quem pertence a música que ajuda a ilustrar esta bela declaração de amor... mas não podia deixar de a expressar aqui... é uma bela declaração...

quarta-feira, 3 de março de 2010

Tempo...



Tempo...
E sempre o tempo...
Esse estranho personagem...
Companheiro de viagem...
Amigo desconhecido que nos conforta...
Inimigo que nos prende...
Tempo...
O tempo tem tempos que nem o tempo compreende...
Vivo sem tempo...
Sem a pressa de viver...
Mas sim com a alegria do dia...
A felicidade da noite...
Sem correrias...
Sei onde quero chegar...
Viajo para o poder alcançar...
Quando lá irei chegar?!...
Apenas o tempo o poderá desvendar...

Tempo...



Tempo...
E sempre o tempo...
Esse estranho personagem...
Companheiro de viagem...
Amigo desconhecido que nos conforta...
Inimigo que nos prende...
Tempo...
O tempo tem tempos que nem o tempo compreende...
Vivo sem tempo...
Sem a pressa de viver...
Mas sim com a alegria do dia...
A felicidade da noite...
Sem correrias...
Sei onde quero chegar...
Viajo para o poder alcançar...
Quando lá irei chegar?!...
Apenas o tempo o poderá desvendar...

terça-feira, 2 de março de 2010

Fingertips...


Aqui fica mais uma música muito bela... ao som das cordas... ouçam... desfrutem e espero que gostem!...

Fingertips...


Aqui fica mais uma música muito bela... ao som das cordas... ouçam... desfrutem e espero que gostem!...

segunda-feira, 1 de março de 2010

Linhas...


Linhas que se cruzam...
Linhas que se tocam...
Linhas que nos guiam...
Linhas...
Na vida temos linhas traçadas...
Na vida traçamos linhas...
Cada linha que traçamos novas linhas podemos cruzar...
Cada cruzamento de linhas novos rumos podemos escolher...
As linhas são escolhas...
As linhas são rumos... muito mais que meras direcções...
Nestas linhas que escrevo transporto linhas que vivo...
Nas linhas que vivo cruzo pessoas e sentimentos...
As linhas...
As linhas de tempo nem sempre são claras...
As linhas de tempo são marcos pessoais...
Aquelas que nos fazem viajar...
As que nos permitem voar...
Ou que meramente nos fazem sonhar...
Linhas importantes que se tocam...
A tua... a minha...
Encontramo-nos no próximo cruzamento...
Linhas paralelas que se cruzam...
Linhas paralelas continuam a ser...
Linhas...
Linhas de vida!...

Linhas...


Linhas que se cruzam...
Linhas que se tocam...
Linhas que nos guiam...
Linhas...
Na vida temos linhas traçadas...
Na vida traçamos linhas...
Cada linha que traçamos novas linhas podemos cruzar...
Cada cruzamento de linhas novos rumos podemos escolher...
As linhas são escolhas...
As linhas são rumos... muito mais que meras direcções...
Nestas linhas que escrevo transporto linhas que vivo...
Nas linhas que vivo cruzo pessoas e sentimentos...
As linhas...
As linhas de tempo nem sempre são claras...
As linhas de tempo são marcos pessoais...
Aquelas que nos fazem viajar...
As que nos permitem voar...
Ou que meramente nos fazem sonhar...
Linhas importantes que se tocam...
A tua... a minha...
Encontramo-nos no próximo cruzamento...
Linhas paralelas que se cruzam...
Linhas paralelas continuam a ser...
Linhas...
Linhas de vida!...