quarta-feira, 3 de março de 2010

Tempo...



Tempo...
E sempre o tempo...
Esse estranho personagem...
Companheiro de viagem...
Amigo desconhecido que nos conforta...
Inimigo que nos prende...
Tempo...
O tempo tem tempos que nem o tempo compreende...
Vivo sem tempo...
Sem a pressa de viver...
Mas sim com a alegria do dia...
A felicidade da noite...
Sem correrias...
Sei onde quero chegar...
Viajo para o poder alcançar...
Quando lá irei chegar?!...
Apenas o tempo o poderá desvendar...

Sem comentários: