sábado, 24 de abril de 2010

Ansiedade...


Mais uma vez olho no relógio...
Olho mas não gosto do que vejo...
Os ponteiros teimam em não avançar...
Parecem desfrutar deste estado de ansiedade...
Este querer saber...
E nada poder fazer...
Esta vontade de avançar...
E jamais regressar...
As tonturas deixam-me às voltas...
Penso e repenso...
Volto ainda a pensar...
Sinto-me caminhar em círculos...
Cada vez mais apertados...
Mais centrados...
Focalizados no fulcro de uma vida...
Esta ansiedade que me domina...
Guia-me descontroladamente...
Por vias e caminhos desconhecidos...
Quero saber...
Quero poder saber...
Ansiosamente procuro o atalho...
Aquele que me leve de novo ao caminho...
Ao caminho da felicidade...

Sem comentários: