terça-feira, 6 de abril de 2010

Sem título...



Sem título...
Sem rumo...
Sobre estas palavras me deito e repouso...
Sinto os pássaros da dor pairarem sobre mim...
Toco nos pássaros da angústia sem saber de ti...
Sinto os olhos tremerem...
A sua humidade cobre-me o rosto...
Num gesto acelerado limpo o rosto...
Outrora jurei nunca mais ter de o fazer...
Vejo os pássaros pairarem sobre mim...
Mas não os deixo poisar...
Em mim não irão pernoitar...
E jamais sobre os meus ramos procriar...
A vida tem desígnios duros de perceber...
Mas é com eles mesmos que devemos viver...
Sem título...
Mas sabendo o rumo a tomar...
Abro as asas e sobre os altos céus me ergo para sonhar!...

8 comentários:

Angel disse...

Sei bem do que você fala, conheço bem esse sentimento. Dizem por ai que passa, eu ainda não sei, mas tento, como último ato que me resta, acreditar. Talvez o tempo leve, talvez não. Talvez a gente esqueça e siga em frente, talvez só siga em frente, não sei. Enfim... Lindo texto!

Abraços.

Caroteno disse...

registo com muito agrado uma nova visita e comentário...

A nossa vida é recheada de sentimentos... devemos aproveitar o melhor deles...

abraços

Angela disse...

Ola Caroteno! A minha Pascoa foi normal.. e a tua?
Andei estes dias foi a passear, raly de praias eheheh!
Agora é pegar na tese :S, vai ser uma trabalheira! Este teu novo poema ta muito bonito, profundo...
Realmente prometemos a nós mesmo não voltar a sentir o rosto húmido, mas por vezes é inevitavel!
Sim..pegar nos nossos melhores sentimentos e aproveitar.....e viver! :)

Abraços.

cristina disse...

Ola um texto muito lindo e profundo..partilho contigo este sentimento..se acreditas e se tens a certeza que não foi uma ilusão o que vives-te...então não tens de ter medo...não duvidas das coisas que se sentem com o coração...

Beijo

Caroteno disse...

Angela...

A páscoa foi boa, o normal e habitual...
O rosto húmido nem sempre é mau... muitas vezes lembra a saudade de alguém que se quer muito e isso é bom!A vida é demasiado curta para arrependimentos é sim para ser vivida.

abraço.

Caroteno disse...

Cristina,

Eu sei e vivo sempre a realidade, o que o coração sente é muito mais do que real... eu acredito na vida... e à muito tempo que não vivia... Acreditando na vida... acredito nos sentimentos e nas pessoas que ela nos dá... nunca esqueço isso e é nisso que acredito... Acredito em viver e viver foi tudo o que fiz e faço...

Beijos

Lisi disse...

Infelizmente, ou felizmente, sei lá... o melhor mesmo é viver a realidade nua e crua, por mais dolorida que seja. Chorar, secar as lágrimas... sorrir, ser feliz, ser infeliz... tudo faz parte desta nossa vida louca e maravilhosa.
Lindo texto.
Abraços

Caroteno disse...

Lisi...

tudo faz parte da nossa vida...e como tal faz parte de nós... ser feliz... chorar as tristezas... por mais felizes ou desgostosos que estejamos tudo faz parte de nós... não podemos fugir de nós próprios...

Obrigado pela visita e comentário... espero que vais visitando mais vezes...

Abraços