sexta-feira, 2 de abril de 2010

Sou Humano...



Sinto o coração bater...
Vem toca no meu peito e escuta-o também...
Sinto a alegria inundar o meu ser...
Vê o brilho do meus olhos, jamais te mentiram!...
Sinto um buraco no meu peito...
Vem colocar no sítio o pedaço que levaste contigo quando partiste...
Sinto o sangue ferver...
Vem tocar na minha pele sente o seu calor de desejo por ti!...
Sinto a dor e a angústia...
Vem, não senti-las mas por fim nelas!...
Sou Humano e sinto...
Sinto a tua falta e ausência...
Sou Humano e vivo...
Vivo como sempre vive de forma honesta e aberta para ti...
Sou Humano e escrevo...
Escrevo a dor de alma que vivo!...
Sou Humano... que mais posso dizer?!...

2 comentários:

António Luís disse...

Mais um texto sintomático...
Estou a ficar preocupado!

Caroteno disse...

Então caro amigo de onde vem tal preocupação?

abraço e espero que tenhas tido uma boa páscoa.