sábado, 22 de maio de 2010

Sabores da vida...



Sobre a mesa está servido...
O banquete digno de qualquer ilustre...
Os olhos saciam-se com tamanha beleza...
De tal forma que tudo o resto parece desaparecer...
Com passos meio trémulos chegamos mais perto...
Tanta oferta!...
O que escolher primeiro?...
Depressa investimos sobre algo...
Mesmo sem sabermos se é o que realmente queremos...
Provamos assim o ácido de muito querer...
E de não precisarmos...
O ácido que nos corrói o paladar...
Nos assusta pela violência com que nos magoa...
Fomos iludidos pelos olhos...
Eles que sorriram para todas aquelas cores...
Apenas vendo a superficialidade e não deixando sequer pensar...
O ácido na nossa vida magoa... deixa marcas...
Com mais cuidados procuramos na mesa da nossa vida novos sabores...
Sabores para experimentar e quem sabe repetir...
O ácido da superficialidade não é certamente boa opção...
Pegamos e levamos à boca...
O aspecto podia até não ser o mais colorido...
Mas o nosso cérebro diz que é o que precisamos...
Provamos... 
O nosso corpo não o rejeita...
Aceita-o...
Assimila-o...
Deixa-o invadir-nos...
Aquele sabor doce...
Suborna todas as nossas células a querermos mais...
Provamos...
Degustamos...
Repetimos...
Um... duas... vezes sem conta...
Uhm... que prazer de sabor...
Que intensidade...
Quando o impacto da primeira sensação desaparece...
O sabor doce se afasta...
Involuntariamente provamos o salgado...
Guardado nas pequenas lágrimas que no nosso rosto correm...
Um salgado despertado pelo doce passageiro que na nossa vida passou...
Um salgado que nos recorda o mar...
Recorda a força da Natureza...
E onde vamos buscar força para nos erguermos...
Onde queremos nadar sem receios das ondas do dia-a-dia...
Somos fortes e lutadores...
Somos livres e corações abertos...
Aquele amargo que sentimos quando o doce partiu é agora simples memória...
É passado...
Vivemos e desejamos o presente...
Um presente em que nos identificamos...
Um presente que nos trás novos sabores de vida...
Novos paladares a provar...
Dias nunca antes vividos...
A nossa vida muito nos dá a provar...
Os sabores que procuramos repetir...
Esses apenas cada um os pode decidir...
Mesmo que seja para um dia ver partir...
Os sabores de uma vida...


[Este texto foi solicitado pela Joana Lopes que entrou em contacto via email. Não sei se seriam estes os sabores de vida que ela estaria à espera... fico a aguardar notícias. Este texto mesmo tendo um tema que foi pedido não foge a linha editorial deste blog... mais um texto para cada um sentir ao ler da maneira como as palavras o toquem!...
E mais uma vez se quiserem sugerir alguma ideia... sintam-se livres para o fazer... na medida do possível procurarei ilustrar o tema que pedirem...]

Sem comentários: