sábado, 31 de julho de 2010

Chão...




Quero a ti escrever...
Porquê?... Não te sei dizer...
Sinto apenas esta necessidade...
De dentro de mim deixar sair alguma felicidade...
Com o Mundo partilhar esta alegria...
Confesso... não sabia que existia...
Depois de os meus olhos fechar...
Sobre esta folha branca me quero derramar...
Rebolar o meu corpo neste chão...
Leito da nossa imensa paixão...
E entre os meus braços abraçar...
A ti que muito quero e sinto amar!...
Sou neste mundo muito pequenino...
Um prémio recebi do destino...
Apesar da grande distância...
Somos felizes vivendo com muita paciência...
Abrimos na vida as portas da sinceridade...
E apenas prometemos sempre falar a verdade...
Quero a pele do peito rasgar...
Para o meu coração te poder ofertar...
Está recheado de muito carinho e paixão...
Semeados um dia numa pequena ocasião...
Daquelas de que não há memória...
Mas que neste blog, e não só, ficará na história!...

Sem comentários: