terça-feira, 31 de agosto de 2010

Martinho da Vila...



Aqui deixo um tema que serve de mote aos meus próximos textos e trabalhos... mulheres... quem as pode aturar?!...dirão alguns... eu acrescento... quem pode viver sem elas?!?... são a essência da vida e a causa da nossa alegria!... por isso este tema é dedicado a todas as mulheres...

Martinho da Vila...



Aqui deixo um tema que serve de mote aos meus próximos textos e trabalhos... mulheres... quem as pode aturar?!...dirão alguns... eu acrescento... quem pode viver sem elas?!?... são a essência da vida e a causa da nossa alegria!... por isso este tema é dedicado a todas as mulheres...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Terminou...



E tudo terminou...
Sem que fosse possível prever...
Sem que fosse possível saber...
Tudo terminou...
Mesmo não sabendo o que te assustou...
Apenas sentindo o muito que custou...
Aceito que seja tempo de te deixar voar...
E onde apenas posso observar...
E nos sonhos viajar...
Até ao lugar onde tu estás...
E onde não mais te poderei alcançar!
Porque mesmo sem saber...
Tudo terminou!...

Terminou...



E tudo terminou...
Sem que fosse possível prever...
Sem que fosse possível saber...
Tudo terminou...
Mesmo não sabendo o que te assustou...
Apenas sentindo o muito que custou...
Aceito que seja tempo de te deixar voar...
E onde apenas posso observar...
E nos sonhos viajar...
Até ao lugar onde tu estás...
E onde não mais te poderei alcançar!
Porque mesmo sem saber...
Tudo terminou!...

domingo, 29 de agosto de 2010

Deep Blue Something...



Deixo-vos aqui um tema que já não ouvia... já nem sei quando foi a última vez... um tema com uma musicalidade muito boa... lembrem-se dele no próximo pequeno-almoço...

Deep Blue Something...



Deixo-vos aqui um tema que já não ouvia... já nem sei quando foi a última vez... um tema com uma musicalidade muito boa... lembrem-se dele no próximo pequeno-almoço...

sábado, 28 de agosto de 2010

Ausência...


 
A ausência...
A falta de...
Sinto a falta de escrever...
A falta de fluir através das palavras...
Lavar a alma a cada linha...
Viver a alegria em cada texto...
A ausência deixa saudade...
Saudade de deixar os outros a pensar...
Sentir que as palavras os tocam...
Despertar os sentimentos...
Alimentar as ilusões...
Reviver as realidades...
Sinto-me ausente...
Sinto...
Sinto a falta das tuas cores...
Da vida onde todos somos actores...
A ausência...
A tua ausência faz-me sentir triste...
Num vazio quase sem fundo...
Onde nem as palavras me conseguem agarrar...
Ficou uma ausência tão grande...
Ficou a ausência...
A tua ausência!...

Ausência...


 
A ausência...
A falta de...
Sinto a falta de escrever...
A falta de fluir através das palavras...
Lavar a alma a cada linha...
Viver a alegria em cada texto...
A ausência deixa saudade...
Saudade de deixar os outros a pensar...
Sentir que as palavras os tocam...
Despertar os sentimentos...
Alimentar as ilusões...
Reviver as realidades...
Sinto-me ausente...
Sinto...
Sinto a falta das tuas cores...
Da vida onde todos somos actores...
A ausência...
A tua ausência faz-me sentir triste...
Num vazio quase sem fundo...
Onde nem as palavras me conseguem agarrar...
Ficou uma ausência tão grande...
Ficou a ausência...
A tua ausência!...

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Silence 4...


Realidades em Portugal!... muitos grupos musicais têm que mudar de idioma nos seus temas para alcançarem algum sucesso e reconhecimento. É complicado afirmarem-se na língua materna... aqui fica mais um exemplo... talvez aquele que desde sempre foi o mais evidente, pois os Silence 4 ficaram conhecidos exactamente pelos temas cantados em inglês... Apreciem...

Silence 4...


Realidades em Portugal!... muitos grupos musicais têm que mudar de idioma nos seus temas para alcançarem algum sucesso e reconhecimento. É complicado afirmarem-se na língua materna... aqui fica mais um exemplo... talvez aquele que desde sempre foi o mais evidente, pois os Silence 4 ficaram conhecidos exactamente pelos temas cantados em inglês... Apreciem...

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Escuto...



Fecho os olhos e escuto...
Sinto a tua força em cada rebentamento...
Penetra-me no ouvido a tua brisa...
Fecho os olhos e escuto...
O chiar alucinante do teu deslizar...
Fere-me o coração ao sentir-te sofrer...
Fecho os olhos e escuto...
O toque secreto do teu coração...
Esperando nele poder entrar...
Fecho os olhos e escuto...
O turbilhão de emoções...
A vociferação da imensa multidão...
Fecho os olhos e escuto...
A voz que alimenta as paixões...
E que me leva a carregar nestes botões...
Fecho os olhos e escuto...
O desdém das tuas palavras...
Recheados de prazer em cada letra...
Fecho os olhos e escuto...
Ouvindo apenas aquilo que me queres dizer...
Recebendo tudo o que partilhar!...

Escuto...



Fecho os olhos e escuto...
Sinto a tua força em cada rebentamento...
Penetra-me no ouvido a tua brisa...
Fecho os olhos e escuto...
O chiar alucinante do teu deslizar...
Fere-me o coração ao sentir-te sofrer...
Fecho os olhos e escuto...
O toque secreto do teu coração...
Esperando nele poder entrar...
Fecho os olhos e escuto...
O turbilhão de emoções...
A vociferação da imensa multidão...
Fecho os olhos e escuto...
A voz que alimenta as paixões...
E que me leva a carregar nestes botões...
Fecho os olhos e escuto...
O desdém das tuas palavras...
Recheados de prazer em cada letra...
Fecho os olhos e escuto...
Ouvindo apenas aquilo que me queres dizer...
Recebendo tudo o que partilhar!...

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Anjos...


Ainda que não seja grande fã deste dueto musical, devo reconhecer que deram um grande espectáculo na última Ficabeira... voltei a ouvir este tema e neste momento senti que a devia aqui partilhar... espero que gostem... mesmo os que não sejam fãs como eu... esqueçam as vozes e contemplem a letra que está na base deste tema... valerá certamente o tempo despendido!...

Anjos...


Ainda que não seja grande fã deste dueto musical, devo reconhecer que deram um grande espectáculo na última Ficabeira... voltei a ouvir este tema e neste momento senti que a devia aqui partilhar... espero que gostem... mesmo os que não sejam fãs como eu... esqueçam as vozes e contemplem a letra que está na base deste tema... valerá certamente o tempo despendido!...

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Regresso...


De que vale a chuva passar...
O céu azul se abrir...
Ir... e ir ao fim do mundo...
Quando tudo parece indicar que vamos regressar...
Voltar à casa de partida...
Sentir o toque do mais pequeno grão de areia...
Sorrir ao mais ténue raio de Sol...
O regresso...
A vida que corre no meu peito...
O ferver do sangue nas veias...
O doce toque que tudo cura...
O tónico e analgésico que a dor faz desaparecer...
O regresso de pés no chão...
Esperando o dia em que voltamos a voar...
E no alto céu o azul poder tocar...
O regresso do que sou...
Um brinde ao que nunca deixei de ser...
Com mais ou menos emoção...
Mas sempre com muita paixão...
Esperando o consumir do coração...
Nem que no fim caia de novo sobre este duro chão!...

Regresso...


De que vale a chuva passar...
O céu azul se abrir...
Ir... e ir ao fim do mundo...
Quando tudo parece indicar que vamos regressar...
Voltar à casa de partida...
Sentir o toque do mais pequeno grão de areia...
Sorrir ao mais ténue raio de Sol...
O regresso...
A vida que corre no meu peito...
O ferver do sangue nas veias...
O doce toque que tudo cura...
O tónico e analgésico que a dor faz desaparecer...
O regresso de pés no chão...
Esperando o dia em que voltamos a voar...
E no alto céu o azul poder tocar...
O regresso do que sou...
Um brinde ao que nunca deixei de ser...
Com mais ou menos emoção...
Mas sempre com muita paixão...
Esperando o consumir do coração...
Nem que no fim caia de novo sobre este duro chão!...

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Elis Regina...


Já todos ouvimos este som... esta voz... mas será que alguma vez estivemos com atenção à letra da música?!... Apreciem mais esta música que aqui vos trago... e já sabem podem dar as vossas próprias sugestões!...

Elis Regina...


Já todos ouvimos este som... esta voz... mas será que alguma vez estivemos com atenção à letra da música?!... Apreciem mais esta música que aqui vos trago... e já sabem podem dar as vossas próprias sugestões!...

domingo, 22 de agosto de 2010

Pintor...



Eu quero pintar...
Sentindo as cores sobre esta tela...
Tocando-as...
Vivendo-as...
Quero com um pinta amarela...
Sobre o céu o sol desenhar...
Eu quero pintar...
Um mundo de cores na tua vida...
Onde o azul do céu brilhe sobre nós...
Onde o azul do mar nos dê a segurança e profundidade...
Eu quero pintar...
O mundo que sinto...
E o que o mundo me dá a sentir!...

Pintor...



Eu quero pintar...
Sentindo as cores sobre esta tela...
Tocando-as...
Vivendo-as...
Quero com um pinta amarela...
Sobre o céu o sol desenhar...
Eu quero pintar...
Um mundo de cores na tua vida...
Onde o azul do céu brilhe sobre nós...
Onde o azul do mar nos dê a segurança e profundidade...
Eu quero pintar...
O mundo que sinto...
E o que o mundo me dá a sentir!...

sábado, 21 de agosto de 2010

Eminem...


Na linha de novos sons e ritmos hoje trago-vos esta música... quantas vezes nos perguntámos porque é que manhã me levanto... tal como a música pergunta... principalmente nos dias em que a chuva cai lá fora!...

Eminem...


Na linha de novos sons e ritmos hoje trago-vos esta música... quantas vezes nos perguntámos porque é que manhã me levanto... tal como a música pergunta... principalmente nos dias em que a chuva cai lá fora!...

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Resistir...


Ao passar do dia não consegui resistir...
Assim como a saudade que ainda agora estou a sentir...
Queria tanto poder ter-te comigo...
Em teus braços encontrar de novo abrigo...
Não o podendo ter...
De chorar tive vontade...
Mas deu comigo a sorrir...
A alegria vinha do interior...
Um interior que sempre soube onde queria chegar...
E agora sabe que se pode alcançar...
Simples...
Directo...
Que mais poderia ser...
Depois de ano viver...
E muito... muito aprender...
Descobri a luz que tantas vezes se apagou...
Os sorrisos de quem comigo sonhou...
Não consigo portanto resistir...
Mesmo que agora seja tempo de partir...
Quem sabe para um dia voltar...
A contigo poder sonhar!...

Resistir...


Ao passar do dia não consegui resistir...
Assim como a saudade que ainda agora estou a sentir...
Queria tanto poder ter-te comigo...
Em teus braços encontrar de novo abrigo...
Não o podendo ter...
De chorar tive vontade...
Mas deu comigo a sorrir...
A alegria vinha do interior...
Um interior que sempre soube onde queria chegar...
E agora sabe que se pode alcançar...
Simples...
Directo...
Que mais poderia ser...
Depois de ano viver...
E muito... muito aprender...
Descobri a luz que tantas vezes se apagou...
Os sorrisos de quem comigo sonhou...
Não consigo portanto resistir...
Mesmo que agora seja tempo de partir...
Quem sabe para um dia voltar...
A contigo poder sonhar!...

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Leona Lewis...


Mais uma música que devem ouvir... podem não gostar da cantora, do ritmo... mas a música em sim é muito bela! Apreciem!...

Leona Lewis...


Mais uma música que devem ouvir... podem não gostar da cantora, do ritmo... mas a música em sim é muito bela! Apreciem!...

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Medos... *



Durante muito tempo...
Talvez tempo demais...
Os meus olhos não viram...
O meu coração não percebeu...
O que os teus olhos temiam...
E os medos que o teu coração sentia...
Cada abraço que te dava...
Sentias que te apertava demais...
Cada vez que me aproximava de ti...
Sentias que estava perto demais...
Cada pequeno gesto da minha parte...
Sentias que para ti era demais...
Tudo isto porque durante tanto tempo...
Não cheguei a perceber...
Que em tempos tu sofreste demais...



* texto dedicado a uma pessoa muito especial.

Medos... *



Durante muito tempo...
Talvez tempo demais...
Os meus olhos não viram...
O meu coração não percebeu...
O que os teus olhos temiam...
E os medos que o teu coração sentia...
Cada abraço que te dava...
Sentias que te apertava demais...
Cada vez que me aproximava de ti...
Sentias que estava perto demais...
Cada pequeno gesto da minha parte...
Sentias que para ti era demais...
Tudo isto porque durante tanto tempo...
Não cheguei a perceber...
Que em tempos tu sofreste demais...



* texto dedicado a uma pessoa muito especial.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Sean Kingston...


Novos sons... novos ritmos... esta já correu os hit´s das rádios durante vários meses... aqui fica um recordação!... espero que gostem!...

Sean Kingston...


Novos sons... novos ritmos... esta já correu os hit´s das rádios durante vários meses... aqui fica um recordação!... espero que gostem!...

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Viagem...



Era tudo tão desconhecido...
Tudo tão ligado...
Tudo tão belo...
A simplicidade e a sinceridade...
A companhia e o prazer...
As palavras amigas...
O abraço caloroso...
O beijo...
Tudo bom demais...
Quase como um sonho...
Onde poderíamos chegar...
A vida é um caminho diário...
Passo após passo...
Sempre com cuidado para não cairmos...
Os sonhos também podem ser dolorosos...
O olhar distante...
A ausência das tuas palavras...
A falta do teu abraço caloroso...
Para onde foste!?...
Fugiste...
Olhei-te na palma da minha mão...
A mão aberta onde estavas tatuada...
Por entre os dedos escapavas como grãos de areia...
Sem que fossem precisas palavras...
Senti que te deveria deixar ir...
Abri os dedos para que o teu rumo pudesses seguir...
Sempre foi assim...
Sempre será...
Segui esta estrada...
Onde me levará...
Quando lá chegarei...
Continuo mesmo sem saber...
Um dia após outro dia...
Um passo após outro passo...
Sempre assim será!...
Não deixarei de seguir este rumo...
Até onde esta vida me levar!...

Viagem...



Era tudo tão desconhecido...
Tudo tão ligado...
Tudo tão belo...
A simplicidade e a sinceridade...
A companhia e o prazer...
As palavras amigas...
O abraço caloroso...
O beijo...
Tudo bom demais...
Quase como um sonho...
Onde poderíamos chegar...
A vida é um caminho diário...
Passo após passo...
Sempre com cuidado para não cairmos...
Os sonhos também podem ser dolorosos...
O olhar distante...
A ausência das tuas palavras...
A falta do teu abraço caloroso...
Para onde foste!?...
Fugiste...
Olhei-te na palma da minha mão...
A mão aberta onde estavas tatuada...
Por entre os dedos escapavas como grãos de areia...
Sem que fossem precisas palavras...
Senti que te deveria deixar ir...
Abri os dedos para que o teu rumo pudesses seguir...
Sempre foi assim...
Sempre será...
Segui esta estrada...
Onde me levará...
Quando lá chegarei...
Continuo mesmo sem saber...
Um dia após outro dia...
Um passo após outro passo...
Sempre assim será!...
Não deixarei de seguir este rumo...
Até onde esta vida me levar!...

domingo, 15 de agosto de 2010

Diana Krall...



Uma música que dispensa qualquer apresentação... uma voz muito bonita para uma melodia muito boa... desfrutem desta bela conjugação nos braços de quem mais desejarem...

Diana Krall...



Uma música que dispensa qualquer apresentação... uma voz muito bonita para uma melodia muito boa... desfrutem desta bela conjugação nos braços de quem mais desejarem...

sábado, 14 de agosto de 2010

Tempo de...



Tempo de...
Enxugar as lágrimas...
Secar o rosto...
Erguer os olhos ao alto...
Tempo de...
Não fugir do passado...
Viver o presente...
Sem a pressa e a correria...
Tempo de...
Recordar-te...
Boas recordações que tivemos!...
Tempo de...
Parar de pensar no que podia ter sido...
E aceitar tudo o que foi...
Tempo de...
Parar...
E por fim continuar...
Continuando a escrita que me limpa a alma!...
Me aquece o peito...
E que até ti me faz viajar...
Tempo de...
Ser tempo de viver!...

Tempo de...



Tempo de...
Enxugar as lágrimas...
Secar o rosto...
Erguer os olhos ao alto...
Tempo de...
Não fugir do passado...
Viver o presente...
Sem a pressa e a correria...
Tempo de...
Recordar-te...
Boas recordações que tivemos!...
Tempo de...
Parar de pensar no que podia ter sido...
E aceitar tudo o que foi...
Tempo de...
Parar...
E por fim continuar...
Continuando a escrita que me limpa a alma!...
Me aquece o peito...
E que até ti me faz viajar...
Tempo de...
Ser tempo de viver!...

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

James Horner...



Não sei o título da música, apenas sei que pertence à banda sonora do filme Braveheart, já visto certamente por todos mais do que uma vez... e sempre com aquela emoção... com aquela força transmitida numa melodia poderosa que abraça os sentimentos transmitidos na mensagem contida no filme...

James Horner...



Não sei o título da música, apenas sei que pertence à banda sonora do filme Braveheart, já visto certamente por todos mais do que uma vez... e sempre com aquela emoção... com aquela força transmitida numa melodia poderosa que abraça os sentimentos transmitidos na mensagem contida no filme...

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Ausência...



A tua ausência dói...
Os segundos que sem ti parecem séculos...
Os dias... eternidades que nunca têm fim...
Uma dor que consome...
Que atormenta...
A tua ausência dói...
Mata quando ao meu lado estás ausente...
Quando te abraço e tu não estás lá...
Uma dor que destrói...
Que me destrói...
A tua ausência...
É tempo viajado sem um rumo...
O rio que corre sem saber onde é o seu mar...
Uma realidade não real...
Ausência...
Tudo o que preciso agora é a tua ausência...
Encontrar um rumo e viver sem a dor!...

Ausência...



A tua ausência dói...
Os segundos que sem ti parecem séculos...
Os dias... eternidades que nunca têm fim...
Uma dor que consome...
Que atormenta...
A tua ausência dói...
Mata quando ao meu lado estás ausente...
Quando te abraço e tu não estás lá...
Uma dor que destrói...
Que me destrói...
A tua ausência...
É tempo viajado sem um rumo...
O rio que corre sem saber onde é o seu mar...
Uma realidade não real...
Ausência...
Tudo o que preciso agora é a tua ausência...
Encontrar um rumo e viver sem a dor!...

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

LeAnn Rimes...


Um tema que fica imortalizado pelo filme Coyote Bar... quer se goste ou não do filme, a verdade é que a letra desta música é muito interessante... ouçam... e comentem!...

LeAnn Rimes...


Um tema que fica imortalizado pelo filme Coyote Bar... quer se goste ou não do filme, a verdade é que a letra desta música é muito interessante... ouçam... e comentem!...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Noite...



Oh noite que vais tão alta...
Com tuas estrelas a iluminar-me...
Sinto a tua frescura tocar-me o rosto...
Os teus braços de escuridão envolver-me...
Noite que me confortas dia após dia...
Com o teu silêncio escutas a minha dor...
Com as tuas horas me aconchegas...
Noite escura...
Iluminada por ti...
Tu fonte de inveja das estrelas...
Tu lua que no alto brilhas...
E com teu brilho...
Iluminas os meus passos...
Até onde me guias tu noite?!...
Para onde me orientas...
Onde queres encontrar-me outra vez?...
Noite...

Noite...



Oh noite que vais tão alta...
Com tuas estrelas a iluminar-me...
Sinto a tua frescura tocar-me o rosto...
Os teus braços de escuridão envolver-me...
Noite que me confortas dia após dia...
Com o teu silêncio escutas a minha dor...
Com as tuas horas me aconchegas...
Noite escura...
Iluminada por ti...
Tu fonte de inveja das estrelas...
Tu lua que no alto brilhas...
E com teu brilho...
Iluminas os meus passos...
Até onde me guias tu noite?!...
Para onde me orientas...
Onde queres encontrar-me outra vez?...
Noite...

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Coldplay...


Um hino de vida muito belo... ouçam esta música pela manhã e digam-me se o vosso dia não começa com muito mais energia e vitalidade!... uma música que na sua letra parece uma grande confusão de ideias... mas será que são mesmo?!?!...

Coldplay...


Um hino de vida muito belo... ouçam esta música pela manhã e digam-me se o vosso dia não começa com muito mais energia e vitalidade!... uma música que na sua letra parece uma grande confusão de ideias... mas será que são mesmo?!?!...

domingo, 8 de agosto de 2010

Abraço...

 

Abraço...
Gesto simples...
Gesto delicado...
Gesto intenso...
Dois corpos entrelaçam-se...
Duas peles que se tocam...
A suavidade e intensidade de um abraço...
São espelho do laço dado pelo abraço...

Abraço...
Com um abraço nos saudamos...
Abraçados nos despedimos...

Abraço...
A simbiose plena de dois corpos...
A ligação e intensidade com que se respeitam...
O desejo que os aquece...

Abraço...
Simples... delicado... suave... forte...
Seja qual deles forte não deixes de abraçar...
Abraçar é dar-te a conhecer...
Abraçar é descobrir o outro!...


Abraço...

 

Abraço...
Gesto simples...
Gesto delicado...
Gesto intenso...
Dois corpos entrelaçam-se...
Duas peles que se tocam...
A suavidade e intensidade de um abraço...
São espelho do laço dado pelo abraço...

Abraço...
Com um abraço nos saudamos...
Abraçados nos despedimos...

Abraço...
A simbiose plena de dois corpos...
A ligação e intensidade com que se respeitam...
O desejo que os aquece...

Abraço...
Simples... delicado... suave... forte...
Seja qual deles forte não deixes de abraçar...
Abraçar é dar-te a conhecer...
Abraçar é descobrir o outro!...


sábado, 7 de agosto de 2010

Xutos & Pontapés...



Simplesmente linda esta música, da banda que na minha opinião é simplesmente a melhor banda de Pop/Rock em Portugal!... esta letra é fantástica!...

Xutos & Pontapés...



Simplesmente linda esta música, da banda que na minha opinião é simplesmente a melhor banda de Pop/Rock em Portugal!... esta letra é fantástica!...

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Sentimento...



Sente-se...
Mas não se pode tocar...
Vive-se...
Sem se poder abraçar...
Escreve-se...
Sem que as meras palavras o possam descrever...
Sonha-se...
Sem que os olhos abertos o possam ver...
Sentimentos...
Mais que a razão tente explicar...
São emoções que nos fazem experimentar...
Desfrutar o desejo de viver...
Expressando num sorriso toda a alegria...
Dizendo muito sem uma só palavra vociferar...
Sentimentos...
Capazes de mover o mundo...
De o tempo parar num breve segundo...
Para que no auge o vulcão exploda...
E sobre a nossa cabeça...
Pedaços de cinza...
De amor e saudade...
O nosso rosto façam brilhar ou chorar...
Mas sempre vivendo...
Um belo sentimento!...

Sentimento...



Sente-se...
Mas não se pode tocar...
Vive-se...
Sem se poder abraçar...
Escreve-se...
Sem que as meras palavras o possam descrever...
Sonha-se...
Sem que os olhos abertos o possam ver...
Sentimentos...
Mais que a razão tente explicar...
São emoções que nos fazem experimentar...
Desfrutar o desejo de viver...
Expressando num sorriso toda a alegria...
Dizendo muito sem uma só palavra vociferar...
Sentimentos...
Capazes de mover o mundo...
De o tempo parar num breve segundo...
Para que no auge o vulcão exploda...
E sobre a nossa cabeça...
Pedaços de cinza...
De amor e saudade...
O nosso rosto façam brilhar ou chorar...
Mas sempre vivendo...
Um belo sentimento!...

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Rod Stewart...


Simplesmente magnífica... sem palavras! Um senhor da música!

Rod Stewart...


Simplesmente magnífica... sem palavras! Um senhor da música!

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Satisfação...



Sustiveste a respiração...
Fascinado vi o arrepio percorrer a tua pele...
Aproximei-me novamente do teu pescoço...
Antes que os meus lábios te tocassem...
Uma brisa quente massajou-te...
Gostaste...
Oh!... Sim...
O teu olhar confirmou-o...
Docemente percorri-o com suaves beijos...
Subi até junto do teu ouvido...
Embrenhei os meus dedos em teus cabelos...
Sussurrei-te ao ouvido...
O leve sopro de palavras excitou-te...
Coloquei a minha mão nas tuas costas arqueadas...
Toquei os teus seios já libertos...
Firmes ansiando que os beijasse...
Com um leve beijo o mamilo ficou turgido...
A tua respiração já mais acelerada...
Os lábios já secos...
Trocámos beijos...
Entrelaçámos as nossas línguas...
Uma valsa coordenada...
Um tango quente por elas bailado...
Não contendo essa paixão ardente...
Toquei-te...
E provei o doce néctar do desejo...
O desejo que nos consumiu loucamente...
Por entre suaves almofadas...
Rolámos os nossos corpos...
Até que a satisfação nos saciasse...

Satisfação...



Sustiveste a respiração...
Fascinado vi o arrepio percorrer a tua pele...
Aproximei-me novamente do teu pescoço...
Antes que os meus lábios te tocassem...
Uma brisa quente massajou-te...
Gostaste...
Oh!... Sim...
O teu olhar confirmou-o...
Docemente percorri-o com suaves beijos...
Subi até junto do teu ouvido...
Embrenhei os meus dedos em teus cabelos...
Sussurrei-te ao ouvido...
O leve sopro de palavras excitou-te...
Coloquei a minha mão nas tuas costas arqueadas...
Toquei os teus seios já libertos...
Firmes ansiando que os beijasse...
Com um leve beijo o mamilo ficou turgido...
A tua respiração já mais acelerada...
Os lábios já secos...
Trocámos beijos...
Entrelaçámos as nossas línguas...
Uma valsa coordenada...
Um tango quente por elas bailado...
Não contendo essa paixão ardente...
Toquei-te...
E provei o doce néctar do desejo...
O desejo que nos consumiu loucamente...
Por entre suaves almofadas...
Rolámos os nossos corpos...
Até que a satisfação nos saciasse...

terça-feira, 3 de agosto de 2010

S.O.J.A...


Ainda em ritmos diferentes... aqui deixo mais este... lindos os slides de imagens apresentadas... apreciem!

S.O.J.A...


Ainda em ritmos diferentes... aqui deixo mais este... lindos os slides de imagens apresentadas... apreciem!

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Quem és...



Quem és...
... tu que te sentas a ver o por-do-sol...
... tu que sonhas mesmo que com os olhos abertos...
... tu que dia após dia te dás a conhecer...

Quem és tu que...
... com as tuas palavras fazes sorrir quem te lê...
... com as tuas imagens fazes sonhar...
... com os teus textos fazes sentir...
... dia após dia este blog vens visitar...

Quem és tu que...
...escrevendo fazes viajar...
... sentindo te dás a sentir...

Quem és...



Quem és...
... tu que te sentas a ver o por-do-sol...
... tu que sonhas mesmo que com os olhos abertos...
... tu que dia após dia te dás a conhecer...

Quem és tu que...
... com as tuas palavras fazes sorrir quem te lê...
... com as tuas imagens fazes sonhar...
... com os teus textos fazes sentir...
... dia após dia este blog vens visitar...

Quem és tu que...
...escrevendo fazes viajar...
... sentindo te dás a sentir...

domingo, 1 de agosto de 2010

Lionel Richie...



Mais um som diferente... no ritmo... mas que é muito bom de ouvir... não acham?

Lionel Richie...



Mais um som diferente... no ritmo... mas que é muito bom de ouvir... não acham?