quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Satisfação...



Sustiveste a respiração...
Fascinado vi o arrepio percorrer a tua pele...
Aproximei-me novamente do teu pescoço...
Antes que os meus lábios te tocassem...
Uma brisa quente massajou-te...
Gostaste...
Oh!... Sim...
O teu olhar confirmou-o...
Docemente percorri-o com suaves beijos...
Subi até junto do teu ouvido...
Embrenhei os meus dedos em teus cabelos...
Sussurrei-te ao ouvido...
O leve sopro de palavras excitou-te...
Coloquei a minha mão nas tuas costas arqueadas...
Toquei os teus seios já libertos...
Firmes ansiando que os beijasse...
Com um leve beijo o mamilo ficou turgido...
A tua respiração já mais acelerada...
Os lábios já secos...
Trocámos beijos...
Entrelaçámos as nossas línguas...
Uma valsa coordenada...
Um tango quente por elas bailado...
Não contendo essa paixão ardente...
Toquei-te...
E provei o doce néctar do desejo...
O desejo que nos consumiu loucamente...
Por entre suaves almofadas...
Rolámos os nossos corpos...
Até que a satisfação nos saciasse...

Sem comentários: