quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Rastilho...




A linha ténue...
Sobre o chão desenha um rastilho...
A chama que arde sem se ver...
A dor muito forte para uma simples ferida...
Onde conduz a tua chama?!...
A linha fina mas forte...
Arde lenta... lentamente...
Como que chamando por alguém...
Serás tu... serei eu?!...
Por mim não será certamente...
E por ti chamaria bem mais fortemente!...
O rastilho que incendeia a nossa vida...
Pronto a conduzir às grandes explosões...
A alegria... a paixão... o prazer...
O clic que falta...
O caminho a percorrer...
Tantas formas pode ele assumir...
Um rastilho que quando aceso...
Jamais se poderá extinguir!...

Sem comentários: