segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Solta-me...



Solta-me...
Liberta as minhas mãos...
Para que com todo o desejo possa agarrar a tua carne...
Solta-me...
Liberta o meu corpo...
Para que com toda a ânsia sacie o meu prazer...
Solta-me...
Liberta a minha língua...
Para que possa incendiar o teu corpo através do teu ouvido...
Liberta a minha língua...
Para que com toda a intenção prove o teu doce néctar!...
Solta-me...
Liberta a minha escrita...
Para que nestas palavras te deseje...
Solta-me...
Liberta a minha escrita...
Para que nestas palavras arda em todo o prazer!...

Sem comentários: