sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Mel...



O doce mel que me deste a provar...
No brilho desse teu puro olhar...
Fez-me abrir as portas e deixar-te entrar...
Neste coração pronto para te amar!...
Os doces olhos que tanto gosto poder ver...
São inspiração para que possa escrever...
Palavras simples do meu modesto viver...
E a todo o mundo te dar a conhecer!...
O teu olhar é mel que quero provar...
Tão doce que me faz sonhar...
Quando a tua ausência me faz sentir...
Tantas saudades capazes de meu coração partir...
Sinto a tua ausência...
Aquela que dói...
Mata mais que uma bala...
Mas que logo é curada...
Quando o teu mel de novo posso provar!...

Sem comentários: