domingo, 16 de janeiro de 2011

Que voz!...


Uma voz fantástica... doce, melodiosa, ouçam este tema... e ouçam outros pois vale o tempo que demoramos à procura!

Que voz!...


Uma voz fantástica... doce, melodiosa, ouçam este tema... e ouçam outros pois vale o tempo que demoramos à procura!

sábado, 15 de janeiro de 2011

LOVE..


O sentimento mais inexplicável... onde desconhecidos se apaixonam... onde as distâncias se eliminam... onde tudo é possível... O amor... o sentimento mais belo e difícil de descrever!... Não conhecia este tema... apreciem!

LOVE..


O sentimento mais inexplicável... onde desconhecidos se apaixonam... onde as distâncias se eliminam... onde tudo é possível... O amor... o sentimento mais belo e difícil de descrever!... Não conhecia este tema... apreciem!

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Viajar...




A noite fria e escura avançava…
A lua brilhava no céu…
Iluminando o caminho que juntos queríamos percorrer…
Num desejo que vinha do mais profundo ser…
Imune à temperatura…
Com delicadeza e muita ternura…
Tu me tocaste suavemente…
Acendendo um fogo por si só já ardente!...
No meio da noite o tempo parou…
Tudo ao nosso redor gelou…
Um fogo intenso os nossos corpos consumiu…
De uma forma meiga o teu rosto sorriu…
A respiração em si muito acelerada…
O coração batendo de uma forma descontrolada…
Num breve lapso de tempo o teu olhar brilhou…
Tanto que aos meus olhos a própria lua ofuscou!...
Contigo eu adoro sentir-me viajar…
Nas asas desse profundo e sentido amar…
Viajar mais rápido do que uma estrela cadente…
Viajar de forma mais quente do que a lava ardente!...
Juntos vamos viajar…
Nesta noite ao luar…
Uma viagem de amor e paixão…
Ardente que incendeia o nosso coração!...


Viajar...




A noite fria e escura avançava…
A lua brilhava no céu…
Iluminando o caminho que juntos queríamos percorrer…
Num desejo que vinha do mais profundo ser…
Imune à temperatura…
Com delicadeza e muita ternura…
Tu me tocaste suavemente…
Acendendo um fogo por si só já ardente!...
No meio da noite o tempo parou…
Tudo ao nosso redor gelou…
Um fogo intenso os nossos corpos consumiu…
De uma forma meiga o teu rosto sorriu…
A respiração em si muito acelerada…
O coração batendo de uma forma descontrolada…
Num breve lapso de tempo o teu olhar brilhou…
Tanto que aos meus olhos a própria lua ofuscou!...
Contigo eu adoro sentir-me viajar…
Nas asas desse profundo e sentido amar…
Viajar mais rápido do que uma estrela cadente…
Viajar de forma mais quente do que a lava ardente!...
Juntos vamos viajar…
Nesta noite ao luar…
Uma viagem de amor e paixão…
Ardente que incendeia o nosso coração!...


quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Saudade…






Saudade de escrever…
De entre as simples palavras me descrever…
Sinto esta saudade…
Atenuada com esta felicidade…
Saudade que não cabe no meu peito…
Que sem qualquer custo eu aceito…
Sinto esta alegria…
Que me faz sorrir a cada novo dia…
Saudade da tua voz poder escutar…
Quando junto ao ouvido me fazes arrepiar…
Sentindo cada palavra na minha vida…
Muito mais do que simplesmente ouvida!...
Saudade de te poder ver…
De no teu olhar me poder perder…
Sinto a saudade deste chão…
Onde me rebolo de imensa paixão!...
Saudade eu sinto de em teus braços sorrir…
De a doçura da tua pele poder sentir…
Sinto a tua ausência…
Mesmo que fechando os meus olhos sinta a tua essência!...
Saudade de te poder abraçar…
De com os meus braços te aconchegar…
Sinto saudade de te embalar…
E sobre as ondas do mar te poder amar!...

Saudade…





Saudade de escrever…
De entre as simples palavras me descrever…
Sinto esta saudade…
Atenuada com esta felicidade…
Saudade que não cabe no meu peito…
Que sem qualquer custo eu aceito…
Sinto esta alegria…
Que me faz sorrir a cada novo dia…
Saudade da tua voz poder escutar…
Quando junto ao ouvido me fazes arrepiar…
Sentindo cada palavra na minha vida…
Muito mais do que simplesmente ouvida!...
Saudade de te poder ver…
De no teu olhar me poder perder…
Sinto a saudade deste chão…
Onde me rebolo de imensa paixão!...
Saudade eu sinto de em teus braços sorrir…
De a doçura da tua pele poder sentir…
Sinto a tua ausência…
Mesmo que fechando os meus olhos sinta a tua essência!...
Saudade de te poder abraçar…
De com os meus braços te aconchegar…
Sinto saudade de te embalar…
E sobre as ondas do mar te poder amar!...

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Longa a noite...



Da pequenez em que encerro...
Vejo o sol partir no horizonte...
A escuridão que envolve o meu olhar...
Trás consigo o brilho das estrelas...
A mesma noite que me transporta...
Que me embala e adormece...
Longas são as noites que passo sem ti...
Longas as madrugadas em que não te abraço...
Vem comigo esta noite...
Vamos fazer do brilho das estrelas o brilho do nosso olhar!...
Connosco arrastamos a lua para nos iluminar...
Mergulhamos no silêncio da noite...
Para que do brilho mais alto...
Se expanda a luz que ilumine o horizonte...
Acendendo e aquecendo o nosso caminho...
Longa são as noites que passo sem ti...
Vem me embalar em teus braços...
Vamos a realidade dos sonhos concretizar!...

Longa a noite...



Da pequenez em que encerro...
Vejo o sol partir no horizonte...
A escuridão que envolve o meu olhar...
Trás consigo o brilho das estrelas...
A mesma noite que me transporta...
Que me embala e adormece...
Longas são as noites que passo sem ti...
Longas as madrugadas em que não te abraço...
Vem comigo esta noite...
Vamos fazer do brilho das estrelas o brilho do nosso olhar!...
Connosco arrastamos a lua para nos iluminar...
Mergulhamos no silêncio da noite...
Para que do brilho mais alto...
Se expanda a luz que ilumine o horizonte...
Acendendo e aquecendo o nosso caminho...
Longa são as noites que passo sem ti...
Vem me embalar em teus braços...
Vamos a realidade dos sonhos concretizar!...

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Quem sou eu...



Quem sou eu...
Sou o ser que odeias...
Mas que gostas de amar...
Como um barco perdido à deriva no mar...
Sou o ser que escreve estas linhas onde te encontras...
Transparente e fiel à sua alma...
O ser que adora o azul do céu...
Aprecia a força do mar...
Adora poder viajar!...
Quem sou eu...
Sou o ser que amas...
Como só tu sabes amar...
Sou mais que o porto de abrigo...
Pois ao teu lado quero estar...
Sou uma pedra perdida no fundo do mar...
Onde só quem muito quer pode lá alcançar!...
Quem sou eu...
Sou o estranho ser que entre a correria de uma vida...
Se esconder em cada letra que escreve...
Sou as linhas que lês...
As entrelinhas que não vês...
Quem sou eu...
Sou o ser que queres conhecer...
Enfim!... quem sabe compreender...
Nada mais fácil do que aquilo que sou vais encontrar...
Pois para mim a vida é viver e poder voar!...
Queres comigo e em minhas asas poder viajar?!...
Quem sou eu...

Quem sou eu...



Quem sou eu...
Sou o ser que odeias...
Mas que gostas de amar...
Como um barco perdido à deriva no mar...
Sou o ser que escreve estas linhas onde te encontras...
Transparente e fiel à sua alma...
O ser que adora o azul do céu...
Aprecia a força do mar...
Adora poder viajar!...
Quem sou eu...
Sou o ser que amas...
Como só tu sabes amar...
Sou mais que o porto de abrigo...
Pois ao teu lado quero estar...
Sou uma pedra perdida no fundo do mar...
Onde só quem muito quer pode lá alcançar!...
Quem sou eu...
Sou o estranho ser que entre a correria de uma vida...
Se esconder em cada letra que escreve...
Sou as linhas que lês...
As entrelinhas que não vês...
Quem sou eu...
Sou o ser que queres conhecer...
Enfim!... quem sabe compreender...
Nada mais fácil do que aquilo que sou vais encontrar...
Pois para mim a vida é viver e poder voar!...
Queres comigo e em minhas asas poder viajar?!...
Quem sou eu...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Verdade...



O céu é azul...
Os morangos vermelhos...
Castanhos são os teus olhos...
O mesmo azul que me acalma e me faz voar...
O vermelho que me aquece o sangue...
O castanho desta terra onde sinto os meus pés...
Branca a espumar do mar...
Preto o alcatrão desta estrada...
Cinzento o brilho da prata...
O mesmo branco que me envolve em noites de loucura e desejo...
O preto que adoro despir nas viagens feitas no teu corpo...
O Cinzento da cinza da lenha ardida na fogueira que nos queimou!...
A verdade das cores da nossa vida...
O doce rubor da tua face ao sentir a minha chegada...
O roxo dos teus lábios quando ao frio se expõem...
São verdades simples...
Como simples é o meu viver...
Um viver de amor e saudade...
Mas também de muita felicidade!...

Verdade...



O céu é azul...
Os morangos vermelhos...
Castanhos são os teus olhos...
O mesmo azul que me acalma e me faz voar...
O vermelho que me aquece o sangue...
O castanho desta terra onde sinto os meus pés...
Branca a espumar do mar...
Preto o alcatrão desta estrada...
Cinzento o brilho da prata...
O mesmo branco que me envolve em noites de loucura e desejo...
O preto que adoro despir nas viagens feitas no teu corpo...
O Cinzento da cinza da lenha ardida na fogueira que nos queimou!...
A verdade das cores da nossa vida...
O doce rubor da tua face ao sentir a minha chegada...
O roxo dos teus lábios quando ao frio se expõem...
São verdades simples...
Como simples é o meu viver...
Um viver de amor e saudade...
Mas também de muita felicidade!...

domingo, 9 de janeiro de 2011

Para ouvir...


Gosto muito deste tema... neste domingo deixo um som calmo... uma melodia fantástica... e um poema muito interessante!! espero que apreciem!

Para ouvir...


Gosto muito deste tema... neste domingo deixo um som calmo... uma melodia fantástica... e um poema muito interessante!! espero que apreciem!

sábado, 8 de janeiro de 2011

Leva-me...



Leva-me contigo... aonde?!... onde quiseres que seja a nossa viajem!... aqui está um tema que ainda não conhecia... ao que parece será um novo álbum! Aproveitem... bons temas... bons sons para ouvir!

Leva-me...



Leva-me contigo... aonde?!... onde quiseres que seja a nossa viajem!... aqui está um tema que ainda não conhecia... ao que parece será um novo álbum! Aproveitem... bons temas... bons sons para ouvir!

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Aromas...



Adoro o cheiro da chuva que abate o pó do chão...
Odor que me deixa inebriado e me faz mergulhar na melancolia...
Adoro o aroma do mar...
O poderoso aroma que a cada nova onda me banha as narinas...
Os aromas que levam a viajar...
Aromas que me fazem sonhar...
Desejar...
Fecho os olhos e no aroma do teu rosto me quero perder...
Observo as minhas mãos e nelas te quero encontrar!...
Aromas...
Parte de nós...
Fragmentos do que somos...
Aromas que me recordam de ti...
Pensamentos que me transporta para junto de ti...
Aromas que me dão vida e vitalidade...
Me fazem sentir esta felicidade...
Aromas são mais que mero ar...
São pedaços que me fazem sonhar!...

Aromas...



Adoro o cheiro da chuva que abate o pó do chão...
Odor que me deixa inebriado e me faz mergulhar na melancolia...
Adoro o aroma do mar...
O poderoso aroma que a cada nova onda me banha as narinas...
Os aromas que levam a viajar...
Aromas que me fazem sonhar...
Desejar...
Fecho os olhos e no aroma do teu rosto me quero perder...
Observo as minhas mãos e nelas te quero encontrar!...
Aromas...
Parte de nós...
Fragmentos do que somos...
Aromas que me recordam de ti...
Pensamentos que me transporta para junto de ti...
Aromas que me dão vida e vitalidade...
Me fazem sentir esta felicidade...
Aromas são mais que mero ar...
São pedaços que me fazem sonhar!...

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Abraço...



Dá-me um abraço...
Que seja forte...
Mas que me deixe respirar...
Dá-me um abraço...
Que seja forte...
Que me segure para jamais voltar a cair...
Um abraço que me conforte...
Que me dê mais do que a sorte..
Me desperte a confiança e o desejo...
Leve-me a rodopiar leve como uma pena em pleno ar...
Dá-me um abraço...
Que seja leve...
Doce e meigo como só tu sabes dar...
Um abraço que me aconchegue e me suporte...
Me faça sonhar e acreditar...
Dá-me esse abraço...
Que só tu sabes dar...

Abraço...



Dá-me um abraço...
Que seja forte...
Mas que me deixe respirar...
Dá-me um abraço...
Que seja forte...
Que me segure para jamais voltar a cair...
Um abraço que me conforte...
Que me dê mais do que a sorte..
Me desperte a confiança e o desejo...
Leve-me a rodopiar leve como uma pena em pleno ar...
Dá-me um abraço...
Que seja leve...
Doce e meigo como só tu sabes dar...
Um abraço que me aconchegue e me suporte...
Me faça sonhar e acreditar...
Dá-me esse abraço...
Que só tu sabes dar...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Amor...



O meu amor é somado...
Jamais será subtraído!...
Nunca será esquecido...
E dia-a-dia aumentado!...
O meu amor é multiplicado...
Mas contigo será sempre dividido!...
O meu amor não se anula...
Aumenta exponencialmente se for cultivado...
O amor não tem limite...
Nunca tende para zero...
Sendo crescente até ao infinito!...
Na matemática do amor...
O amor é elevado ao quadrado...
A saudade a solução da equação...
Que abre qualquer coração!...
O meu amor por ti surgiu na simplicidade de um sorriso...
Na abertura de um coração puro...
Amor eu sinto...
Amor eu vivo!...
Amor contigo quero sempre partilhar!...

Amor...



O meu amor é somado...
Jamais será subtraído!...
Nunca será esquecido...
E dia-a-dia aumentado!...
O meu amor é multiplicado...
Mas contigo será sempre dividido!...
O meu amor não se anula...
Aumenta exponencialmente se for cultivado...
O amor não tem limite...
Nunca tende para zero...
Sendo crescente até ao infinito!...
Na matemática do amor...
O amor é elevado ao quadrado...
A saudade a solução da equação...
Que abre qualquer coração!...
O meu amor por ti surgiu na simplicidade de um sorriso...
Na abertura de um coração puro...
Amor eu sinto...
Amor eu vivo!...
Amor contigo quero sempre partilhar!...

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Somos...




Somos...
Somos um do outro...
Nos momentos que só nós criamos...
Nas viagens que fazemos...
Nos lugares que só nós viajamos!...
Tu és presença em mim...
Viajas para lá da minha pele...
Entraste em mim...
Tão profundamente que nem eu sei onde!... 
Aceleras no interior das minhas veias...
Derrapas nas curvas onde contigo me quero cruzar...
Somos um do outro...
Sinto a tua pele a tocar a minha...
O teu aroma a encher os meus pulmões...
O teu sabor banqueteia a minha língua...
Somos...
Não sou eu... não és tu!...
Somos nós...
O nós que nos une e nos faz sonhar...
Nos leva a viajar...
E mais do que isso...
O futuro desejar!...

Somos...




Somos...
Somos um do outro...
Nos momentos que só nós criamos...
Nas viagens que fazemos...
Nos lugares que só nós viajamos!...
Tu és presença em mim...
Viajas para lá da minha pele...
Entraste em mim...
Tão profundamente que nem eu sei onde!... 
Aceleras no interior das minhas veias...
Derrapas nas curvas onde contigo me quero cruzar...
Somos um do outro...
Sinto a tua pele a tocar a minha...
O teu aroma a encher os meus pulmões...
O teu sabor banqueteia a minha língua...
Somos...
Não sou eu... não és tu!...
Somos nós...
O nós que nos une e nos faz sonhar...
Nos leva a viajar...
E mais do que isso...
O futuro desejar!...

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Gelado...



O calor envolveu-nos...
Os nossos corpos desnudaram-se...
A atmosfera ficou carregada de sensualidade e erotismo...
Inesperadamente surgiu uma caixa azul...
O que seria...
A surpresa o mistério...
Adensaram o ambiente...
No teu corpo eu me derreti...
Onde agora depositava esse doce arrepio que sentes...
Sim... esse arrepio que sentes ao recordar...
O teu corpo estremeceu...
As suas células reagiram...
O arrepio percorreu toda a tua pele...
Pára!... dizes tu...
A doce descida continua...
Um rasto branco espera para ser limpo da tua pele...
A cada milímetro o teu corpo contrai...
Para a seguir se libertar...
Sinto o teu prazer a crescer...
Sinto a surpresa e a adrenalina subir...
Tudo o que se passou a seguir...
Mágico... único...
O doce gelado tocando a tua pele...
O gelado mais quente que alguma vez provara...
Num passo de magia...
Dançamos ao som de uma melodia só nossa...
O calor a aumentar...
As emoções a crescerem...
Os desejos e fantasias tomaram conta do destino...
Vibrámos... 
Sentimos...
Voámos...
No sabor de um doce gelado!...

Gelado...



O calor envolveu-nos...
Os nossos corpos desnudaram-se...
A atmosfera ficou carregada de sensualidade e erotismo...
Inesperadamente surgiu uma caixa azul...
O que seria...
A surpresa o mistério...
Adensaram o ambiente...
No teu corpo eu me derreti...
Onde agora depositava esse doce arrepio que sentes...
Sim... esse arrepio que sentes ao recordar...
O teu corpo estremeceu...
As suas células reagiram...
O arrepio percorreu toda a tua pele...
Pára!... dizes tu...
A doce descida continua...
Um rasto branco espera para ser limpo da tua pele...
A cada milímetro o teu corpo contrai...
Para a seguir se libertar...
Sinto o teu prazer a crescer...
Sinto a surpresa e a adrenalina subir...
Tudo o que se passou a seguir...
Mágico... único...
O doce gelado tocando a tua pele...
O gelado mais quente que alguma vez provara...
Num passo de magia...
Dançamos ao som de uma melodia só nossa...
O calor a aumentar...
As emoções a crescerem...
Os desejos e fantasias tomaram conta do destino...
Vibrámos... 
Sentimos...
Voámos...
No sabor de um doce gelado!...

domingo, 2 de janeiro de 2011

Sinceramente...


Mais um tema com um poema fantástico... Sim acertei no dia em que te encontrei... pois nesse dia encontrei uma felicidade que vivo de peito aberto e apaixonado! a palavra que tu desejas escutar... eu sei qual é... e sussurro-te ao ouvido bem baixinho e do fundo do coração!!! E nessa altura o mundo gira... e a vida ganha mais sentido!!!

Sinceramente...


Mais um tema com um poema fantástico... Sim acertei no dia em que te encontrei... pois nesse dia encontrei uma felicidade que vivo de peito aberto e apaixonado! a palavra que tu desejas escutar... eu sei qual é... e sussurro-te ao ouvido bem baixinho e do fundo do coração!!! E nessa altura o mundo gira... e a vida ganha mais sentido!!!

sábado, 1 de janeiro de 2011

Just The Way You Are...


Quando tu sorris... o mundo fica parado para o teu sorriso poder observar... simplesmente maravilhosa esta letra... Um bom ano para todos é que desejo! Feliz 2011!! E espero contar com as vossas leituras e comentários mais um ano!...

Just The Way You Are...


Quando tu sorris... o mundo fica parado para o teu sorriso poder observar... simplesmente maravilhosa esta letra... Um bom ano para todos é que desejo! Feliz 2011!! E espero contar com as vossas leituras e comentários mais um ano!...