segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Gelado...



O calor envolveu-nos...
Os nossos corpos desnudaram-se...
A atmosfera ficou carregada de sensualidade e erotismo...
Inesperadamente surgiu uma caixa azul...
O que seria...
A surpresa o mistério...
Adensaram o ambiente...
No teu corpo eu me derreti...
Onde agora depositava esse doce arrepio que sentes...
Sim... esse arrepio que sentes ao recordar...
O teu corpo estremeceu...
As suas células reagiram...
O arrepio percorreu toda a tua pele...
Pára!... dizes tu...
A doce descida continua...
Um rasto branco espera para ser limpo da tua pele...
A cada milímetro o teu corpo contrai...
Para a seguir se libertar...
Sinto o teu prazer a crescer...
Sinto a surpresa e a adrenalina subir...
Tudo o que se passou a seguir...
Mágico... único...
O doce gelado tocando a tua pele...
O gelado mais quente que alguma vez provara...
Num passo de magia...
Dançamos ao som de uma melodia só nossa...
O calor a aumentar...
As emoções a crescerem...
Os desejos e fantasias tomaram conta do destino...
Vibrámos... 
Sentimos...
Voámos...
No sabor de um doce gelado!...

Sem comentários: