quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Seduzes-me...


Seduzes-me no silêncio do teu olhar...
Olhar onde me adoro encontrar...
Doce e delicado...
Intenso e profundo o teu olhar apaixonado...
Seduzes-me no sussurro que me depositas no ouvido...
De uma forma tão suave que no coração é sentido...
Mágicas as palavras que utilizas para me encantar...
Intensa a forma que temos de amar!...
Seduzes-me no teu jeito simples de ser...
Onde de forma surreal tudo é fácil de viver...
Tudo é simples de sentir...
Hoje e nos dias que estão para vir!...

Seduzes-me...


Seduzes-me no silêncio do teu olhar...
Olhar onde me adoro encontrar...
Doce e delicado...
Intenso e profundo o teu olhar apaixonado...
Seduzes-me no sussurro que me depositas no ouvido...
De uma forma tão suave que no coração é sentido...
Mágicas as palavras que utilizas para me encantar...
Intensa a forma que temos de amar!...
Seduzes-me no teu jeito simples de ser...
Onde de forma surreal tudo é fácil de viver...
Tudo é simples de sentir...
Hoje e nos dias que estão para vir!...

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Fogo...



Que fogo é este que sinto no meu corpo...
O mesmo que dizes queimar a tua delicada pele...
Um fogo alimentado pela corrente vermelha da paixão...
Correndo a um ritmo alucinante dentro de mim...
Que fogo é este que sinto no meu corpo...
O mesmo que dizes ver no meu incandescente olhar...
Um fogo alimentado pelo teu beijo meu amor...
Profundo... intenso... como só tu sabes partilhar...
Que fogo é este que sinto no corpo...
O mesmo onde nos queremos consumir...
Um fogo alimentado pela nossa saudade...
Apenas possível por viver um amor de verdade!...

Fogo...



Que fogo é este que sinto no meu corpo...
O mesmo que dizes queimar a tua delicada pele...
Um fogo alimentado pela corrente vermelha da paixão...
Correndo a um ritmo alucinante dentro de mim...
Que fogo é este que sinto no meu corpo...
O mesmo que dizes ver no meu incandescente olhar...
Um fogo alimentado pelo teu beijo meu amor...
Profundo... intenso... como só tu sabes partilhar...
Que fogo é este que sinto no corpo...
O mesmo onde nos queremos consumir...
Um fogo alimentado pela nossa saudade...
Apenas possível por viver um amor de verdade!...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Feel...




Quando fecho os meus olhos...
Sinto a tua presença junto de mim...
Tão perto e intensa que quase posso tocar...
Consigo mesmo sentir o teu aroma a chegar...
O teu calor que a cada segundo mais se vai aproximar...
Sinto-te!... Como?...
A tua presença está em mim...
Habita e reside mesmo aqui...
Por baixo da minha pele...
Bem junto do coração...
Que acima de tudo bate bem forte de emoção...
Bate bem suave neste manto de paixão...
Sinto o teu toque doce a atrevido...
O teu toque suave e agressivo...
Sinto-te!...
Tão próxima que te consigo mesmo tocar...
Aproximo a minha boca para te poder beijar...
Vem...
Apressa os teus passos...
Abro os braços...
Espero a tua chegada...
Aquela que há muito é aguardada!...
Sinto-te...
Aqui tão perto...
Tocas nas minhas mãos para que te escreva...
Para que em desejo te descreva...
E nestas palavras te consiga tocar...
Te consiga mesmo aconchegar...
Sinto a tua presença...
Sinto-te!

Feel...



Quando fecho os meus olhos...
Sinto a tua presença junto de mim...
Tão perto e intensa que quase posso tocar...
Consigo mesmo sentir o teu aroma a chegar...
O teu calor que a cada segundo mais se vai aproximar...
Sinto-te!... Como?...
A tua presença está em mim...
Habita e reside mesmo aqui...
Por baixo da minha pele...
Bem junto do coração...
Que acima de tudo bate bem forte de emoção...
Bate bem suave neste manto de paixão...
Sinto o teu toque doce a atrevido...
O teu toque suave e agressivo...
Sinto-te!...
Tão próxima que te consigo mesmo tocar...
Aproximo a minha boca para te poder beijar...
Vem...
Apressa os teus passos...
Abro os braços...
Espero a tua chegada...
Aquela que há muito é aguardada!...
Sinto-te...
Aqui tão perto...
Tocas nas minhas mãos para que te escreva...
Para que em desejo te descreva...
E nestas palavras te consiga tocar...
Te consiga mesmo aconchegar...
Sinto a tua presença...
Sinto-te!

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Need you now...


Preciso de ti agora... hoje e sempre... apreciem na melhor companhia!

Need you now...


Preciso de ti agora... hoje e sempre... apreciem na melhor companhia!

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Over the Rainbow...


Alguém consegue ouvir esta música e dizer que está mal com a vida... esta melodia é maravilhosa... partilho aqui convosco... apreciem!... e convidem-me para lá ir passar férias!!! Bom fim de semana para todos.

Over the Rainbow...


Alguém consegue ouvir esta música e dizer que está mal com a vida... esta melodia é maravilhosa... partilho aqui convosco... apreciem!... e convidem-me para lá ir passar férias!!! Bom fim de semana para todos.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

O teu nome...



Doces palavras ditas pelo vento...
Que nos meus lábios sabem a encanto!...
São doçura e delicadeza imensa...
De um poder e força intensa...
O teu nome...
O som que é música para os meus ouvidos...
É o grito que me corre na alma...
Quando o teu nome toca os meus lábios...
Todo o corpo estremece e vibra de prazer...
A ânsia de te ter cresce em mim...
O teu nome...
Grito-o bem alto...
Proclamo aos quatro ventos...
Esperando que te levem a viajar...
O teu nome que não ouso pronunciar...
E que levemente quero no meu ouvido escutar!...
Vem junto a mim vociferar...
E sentir todo o meu ser a vibrar!...

O teu nome...



Doces palavras ditas pelo vento...
Que nos meus lábios sabem a encanto!...
São doçura e delicadeza imensa...
De um poder e força intensa...
O teu nome...
O som que é música para os meus ouvidos...
É o grito que me corre na alma...
Quando o teu nome toca os meus lábios...
Todo o corpo estremece e vibra de prazer...
A ânsia de te ter cresce em mim...
O teu nome...
Grito-o bem alto...
Proclamo aos quatro ventos...
Esperando que te levem a viajar...
O teu nome que não ouso pronunciar...
E que levemente quero no meu ouvido escutar!...
Vem junto a mim vociferar...
E sentir todo o meu ser a vibrar!...

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Fôlego...



Se eu estivesse aí...
Sussurras-me tu junto do ouvido...
Com a tua voz doce...
A respiração penetrante...
Fecho os olhos e deixo que estejas aqui comigo...
O teu aroma invade as minhas narinas...
O calor das tuas mãos percorre a minha pele...
Teus lábios tocam os meus...
Deixam-os húmidos de desejo...
O peito arqueia...
O coração bate mais forte...
A corrida veloz do sangue nas veias...
Sinto-te em mim...
Quente e poderosa...
Tiras-me o fôlego...
Como por magia roubas o ar dos meus pulmões...
O coração bate ainda mais forte...
Aí esta saudade que sinto de ti!...
Vem...
Vem esta noite...
Espero-te no vale só nosso...
Desejo-te...
Quero-te comigo...
Vem!...
Vamos juntos perder o fôlego...
E viajar no corpo um do outro...
Sem rumo nem destino...
Apenas onde o prazer e o desejo nos levarem...
Nos braços do nosso amor!

Fôlego...



Se eu estivesse aí...
Sussurras-me tu junto do ouvido...
Com a tua voz doce...
A respiração penetrante...
Fecho os olhos e deixo que estejas aqui comigo...
O teu aroma invade as minhas narinas...
O calor das tuas mãos percorre a minha pele...
Teus lábios tocam os meus...
Deixam-os húmidos de desejo...
O peito arqueia...
O coração bate mais forte...
A corrida veloz do sangue nas veias...
Sinto-te em mim...
Quente e poderosa...
Tiras-me o fôlego...
Como por magia roubas o ar dos meus pulmões...
O coração bate ainda mais forte...
Aí esta saudade que sinto de ti!...
Vem...
Vem esta noite...
Espero-te no vale só nosso...
Desejo-te...
Quero-te comigo...
Vem!...
Vamos juntos perder o fôlego...
E viajar no corpo um do outro...
Sem rumo nem destino...
Apenas onde o prazer e o desejo nos levarem...
Nos braços do nosso amor!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Desconhecido...




Entrei na tua vida como um desconhecido...
Sem dares conta fui conquistando o teu coração...
O meu a ti te entreguei... 
No conforto do teu... tu me acolheste...
De sorriso em sorriso...
De olhar em olhar...
Somos um do outro... 
Quase sem ninguém notar!... 
Desconhecida a intensidade deste amor...
O querer e o desejo contínuo...
O sonhar e nas asas do vento poder voar!...
O viver e as linhas do pensamento juntos percorrer...
Somos desconhecidos...
Mas um no outro nos encontramos...
Um no outro vivemos e sentimos...
Este ardor... esta chama... este calor!...

Desconhecido...




Entrei na tua vida como um desconhecido...
Sem dares conta fui conquistando o teu coração...
O meu a ti te entreguei... 
No conforto do teu... tu me acolheste...
De sorriso em sorriso...
De olhar em olhar...
Somos um do outro... 
Quase sem ninguém notar!... 
Desconhecida a intensidade deste amor...
O querer e o desejo contínuo...
O sonhar e nas asas do vento poder voar!...
O viver e as linhas do pensamento juntos percorrer...
Somos desconhecidos...
Mas um no outro nos encontramos...
Um no outro vivemos e sentimos...
Este ardor... esta chama... este calor!...

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Gelado...



Gelado o tempo lá fora...
A temperatura que não sentimos...
O frio que não nos consegue tocar!...
Juntos somos a chama...
O fogo que arde mesmo sem se poder ver!
Tu tocas-me e incendeias-me...
Fazes o meu coração disparar...
Num bater forte que faz o sangue correr...
Que faz os sentidos apurar...
Toco-te e sinto o teu corpo a querer levitar!...
Somos calor que tudo abrasa à nossa volta...
Somos o embaciar dos vidros que nos rodeiam...
Nossos corpos são um do outro...
O meu te entrego e sinto a tua entrega...
Meu coração bate e soletra o teu nome...
Bate forte a cada letra... a cada sílaba!...
Gelado... não... aqui reside o calor...
Vive a chama que nos alimenta a felicidade...
Reside a alegria de poder sorrir e viver...
Habita o desejo de os sonhos concretizar!...

Gelado...



Gelado o tempo lá fora...
A temperatura que não sentimos...
O frio que não nos consegue tocar!...
Juntos somos a chama...
O fogo que arde mesmo sem se poder ver!
Tu tocas-me e incendeias-me...
Fazes o meu coração disparar...
Num bater forte que faz o sangue correr...
Que faz os sentidos apurar...
Toco-te e sinto o teu corpo a querer levitar!...
Somos calor que tudo abrasa à nossa volta...
Somos o embaciar dos vidros que nos rodeiam...
Nossos corpos são um do outro...
O meu te entrego e sinto a tua entrega...
Meu coração bate e soletra o teu nome...
Bate forte a cada letra... a cada sílaba!...
Gelado... não... aqui reside o calor...
Vive a chama que nos alimenta a felicidade...
Reside a alegria de poder sorrir e viver...
Habita o desejo de os sonhos concretizar!...

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Dia dos Namorados...



Amor... o sentimento mais belo e doce de sentir...
Muitas alegrias e tristezas nos trás na vida...
O melhor da vida é vivido no amor!...

Tenho sempre presente em mim o amor...
Esse que contigo quero partilhar...

Muito mais do que posso guardar...
Um amor único e lindo de partilhar...
Imenso como o azul do céu...
Tão profundo como o mais fundos dos mares...
O amor que em ti partilho... assim é o amor!...

Felizes os momentos vividos e por nós partilhados...
Eternas as lembranças que deles guardamos...
Lembra-te de mim nos momentos que não me vês...
Incendeia-me quando longe de mim estás...
Zelamos um pelo outro e no amor nos protegemos e sorrimos!...

Dia dos namorados não é só hoje...
Impossível que o amor tenha apenas um dia...
A alegria que sinto no peito é para ser sempre vivida!...

De ti guardo o teu perfume... o teu sabor...
Envolve-me em teus braços novamente...

São intensos... e extraordinários os nossos momentos...
A paixão e a entrega são plenas e totais...
O amor... limites não terá jamais!...

Vamos fazer tudo o que ainda não foi feito...
Alimentados deste nosso imenso amor...
Longe de ti jamais quero ficar...
Em ti para sempre me quero encontrar
Não desistas nunca de mim...
Temos o mundo inteiro à nossa frente...
Intensamente para ser vivido e descoberto...
Marcaste o meu coração que para ti será sempre um livro aberto!...

Dia dos Namorados...



Amor... o sentimento mais belo e doce de sentir...
Muitas alegrias e tristezas nos trás na vida...
O melhor da vida é vivido no amor!...

Tenho sempre presente em mim o amor...
Esse que contigo quero partilhar...

Muito mais do que posso guardar...
Um amor único e lindo de partilhar...
Imenso como o azul do céu...
Tão profundo como o mais fundos dos mares...
O amor que em ti partilho... assim é o amor!...

Felizes os momentos vividos e por nós partilhados...
Eternas as lembranças que deles guardamos...
Lembra-te de mim nos momentos que não me vês...
Incendeia-me quando longe de mim estás...
Zelamos um pelo outro e no amor nos protegemos e sorrimos!...

Dia dos namorados não é só hoje...
Impossível que o amor tenha apenas um dia...
A alegria que sinto no peito é para ser sempre vivida!...

De ti guardo o teu perfume... o teu sabor...
Envolve-me em teus braços novamente...

São intensos... e extraordinários os nossos momentos...
A paixão e a entrega são plenas e totais...
O amor... limites não terá jamais!...

Vamos fazer tudo o que ainda não foi feito...
Alimentados deste nosso imenso amor...
Longe de ti jamais quero ficar...
Em ti para sempre me quero encontrar
Não desistas nunca de mim...
Temos o mundo inteiro à nossa frente...
Intensamente para ser vivido e descoberto...
Marcaste o meu coração que para ti será sempre um livro aberto!...