quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Fôlego...



Se eu estivesse aí...
Sussurras-me tu junto do ouvido...
Com a tua voz doce...
A respiração penetrante...
Fecho os olhos e deixo que estejas aqui comigo...
O teu aroma invade as minhas narinas...
O calor das tuas mãos percorre a minha pele...
Teus lábios tocam os meus...
Deixam-os húmidos de desejo...
O peito arqueia...
O coração bate mais forte...
A corrida veloz do sangue nas veias...
Sinto-te em mim...
Quente e poderosa...
Tiras-me o fôlego...
Como por magia roubas o ar dos meus pulmões...
O coração bate ainda mais forte...
Aí esta saudade que sinto de ti!...
Vem...
Vem esta noite...
Espero-te no vale só nosso...
Desejo-te...
Quero-te comigo...
Vem!...
Vamos juntos perder o fôlego...
E viajar no corpo um do outro...
Sem rumo nem destino...
Apenas onde o prazer e o desejo nos levarem...
Nos braços do nosso amor!

Sem comentários: