domingo, 13 de março de 2011

Eu...




Por entre os destroços do meu ser...
Ergo os braços e puxo para mim este ar...
Na esperança de o mundo poder ver...
Tudo o que sou e tenho para dar...
Sou um ser...
Poeta?... não!...
Tenho um grande gosto pela vida...
Adoro o cheiro do mar...
Sentar-me na areia e ali ficar a observar...
Adoro o azul do céu...
Tanto alto mas que sei que posso tocar...
Nem que seja por breves momentos...
Sei que nas asas do amor o posso alcançar!...
Sou um pequeno ser que podes odiar...
Eu sou muito mais que estas breves palavras...
Sou pensamentos e emoções...
Alegrias e paixões...
Onde estas mãos que vos escrevem...
São escravas...
Instrumentos que me transportam em cada letra...
Eu sou...
Talvez não o que querias que eu fosse...
Sou aquele que muito tem para dar...
E que com a vida ainda tem muito que aprender!...

Sem comentários: