quarta-feira, 16 de março de 2011

Olhos nos olhos...



Olhos nos olhos encontro o meu caminho...
Nos teus olhos me revejo...
Me encontro...
E por vezes me perco...
Olhos nos olhos sorrimos no silêncio do nosso olhar...
Mudo e imóveis permanecemos...
Apenas segredando nossos sonhos no olhar do outro...
Olhos no olhos eu sonho...
Viajo...
E me sinto imortal...
No caminho do teu olhar...
Consigo me perder...
E sei que nele mais tarde...
Vou enfim me encontrar...
Olhos nos olhos não há rodeios nas palavras...
Elas viajam mais depressa do que os nossos lábios as pronunciam!...
E mesmo as que não se ouvem...
Acabam sempre por ser escutadas!...
Olhos nos olhos eu quero estar...
Para olhando bem dentro do teu olhar...
Poder com os meus próprios olhos verificar...
Se no reflexo dos teus olhos me consigo ver a brilhar!...

Sem comentários: