sábado, 21 de maio de 2011

Introspecção...



Mais um dia que passou...
Um turbilhão de pensamentos...
Uma corrente de emoções...
Olho ao espelho olhando para quem sou...
Vejo a vida a passar em todos os momentos...
Procuro dentro de mim a voz das soluções...

Esta vida está longe da perfeição...
Ou serei eu que me afasto dela...
Percorrendo esta estrada...
Onde tudo me mostra dor e desilusão...
Sentindo-me como um barco à vela...
Levando do mar a espuma e a forte bofetada...

Dói! Esta dor real que teima em não desaparecer...
Fecho os olhos e tento dormir...
Querendo entre os sonhos me reencontrar...
Olho-me num frente a frente para me perceber...
Ouvindo dentro de mim tudo o que é sentir...
Encontrando de novo a razão para voar!...

O tempo passa leve... muito levemente...
Eu aqui e tu estás aí!...
Tudo parece estranhamente simples e complicado...
Como tudo aconteceu tão rapidamente...
Numa distancia tão grande que não vi...
Tudo aquilo que em nós estava a ser edificado!...

De todas as pedras que no meu caminho encontrei...
Um castelo irei construir um dia...
Aprendendo o que todas elas tinham para dizer...
Perceber que a resolução que tanto procurei...
Não está muito longe... mas que apenas não a via...
Depois de tanto tropeçar deu enfim para perceber...
Que todas estas pedras que à minha frente se cruzaram...
Foram para me fazer compreender...
E finalmente chegar a uma conclusão...
A resolução dos problemas que existiram...
Não tinham razão de existir ou de ser...
Estando sempre ao alcance da minha própria mão!

Sem comentários: