sábado, 24 de março de 2012

Love...



Pega na tua caneta...
Juntos escrevemos uma história...
Improvável para alguns...
Impossível para muitos...
Quem disse que só as maiorias acertam?!...
Vem percorrer cada linha da nossa vida...
Sublinha os melhores momentos...
Apaga os momentos menos bons...
Pega na tua caneta...
Dá-me a tua mão...
E numa linha de pensamento só nosso...
Tatua na minha pele a tua essência...
Semeia-te em mim...
Para que possa brotar os mais belos frutos...
Pega na tua caneta...
Abraça comigo este viver único...
Onde a distância é como uma brisa ligeira...
Acendendo e incendiando a fogueira da paixão...
Junta-te a mim...
Vamos cruzar as nossas linhas...
Partilhar as palavras...
Viver os silêncios únicos...
Só possíveis num viver apaixonado...
Hoje e sempre!

Love...



Pega na tua caneta...
Juntos escrevemos uma história...
Improvável para alguns...
Impossível para muitos...
Quem disse que só as maiorias acertam?!...
Vem percorrer cada linha da nossa vida...
Sublinha os melhores momentos...
Apaga os momentos menos bons...
Pega na tua caneta...
Dá-me a tua mão...
E numa linha de pensamento só nosso...
Tatua na minha pele a tua essência...
Semeia-te em mim...
Para que possa brotar os mais belos frutos...
Pega na tua caneta...
Abraça comigo este viver único...
Onde a distância é como uma brisa ligeira...
Acendendo e incendiando a fogueira da paixão...
Junta-te a mim...
Vamos cruzar as nossas linhas...
Partilhar as palavras...
Viver os silêncios únicos...
Só possíveis num viver apaixonado...
Hoje e sempre!

sábado, 17 de março de 2012

Imortal...



Quando tu apareceste... 
Eu estava esquecido...
Nos perdidos e achados da vida...
Conhecer-te...
Fez-me querer viver o presente...
Esquecer o passado...
E juntos percorrermos os trilhos da vida!...
Quando tu apareceste...
Eu sentia-me bem...
Nesta rotineira luta diária...
Contigo eu ganhei asas...
Em ti me elevo no alto dos céus!
Contigo sou capaz de sonhar...
E no mais alto do céus voar!...
Quando tu apareceste...
Eu andava perdido...
Por entre becos e vielas da vida...
Hoje vivo para o brilho da Lua...
Iluminando todas as escuridões da vida...
Quando tu apareceste...
A vida ganhou cores...
O mel tornou-se mais doce...
A Lua mais brilhante...
Quando tu apareceste...
Eu ganhei de novo a vida...
Aquela que julguei um dia ter perdido...
Contigo eu quero viver...
Sonhar e voar!

Imortal...



Quando tu apareceste... 
Eu estava esquecido...
Nos perdidos e achados da vida...
Conhecer-te...
Fez-me querer viver o presente...
Esquecer o passado...
E juntos percorrermos os trilhos da vida!...
Quando tu apareceste...
Eu sentia-me bem...
Nesta rotineira luta diária...
Contigo eu ganhei asas...
Em ti me elevo no alto dos céus!
Contigo sou capaz de sonhar...
E no mais alto do céus voar!...
Quando tu apareceste...
Eu andava perdido...
Por entre becos e vielas da vida...
Hoje vivo para o brilho da Lua...
Iluminando todas as escuridões da vida...
Quando tu apareceste...
A vida ganhou cores...
O mel tornou-se mais doce...
A Lua mais brilhante...
Quando tu apareceste...
Eu ganhei de novo a vida...
Aquela que julguei um dia ter perdido...
Contigo eu quero viver...
Sonhar e voar!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Adoro...



Adoro poder ver o teu sorriso...
Sentir em tens lábios a felicidade...
Saber que sou responsável por ele...
Adoro mergulhar no teu olhar...
Poder ir ao mais profundo de ti...
E lá alcançar um toque na tua alma...
Adoro o toque da tua pele...
A sua delicadeza...
Suavidade e doçura...
Adoro sentir-me viver...
Poder sonhar e nas tuas asas podermos voar...
Adoro-te!

Adoro...



Adoro poder ver o teu sorriso...
Sentir em tens lábios a felicidade...
Saber que sou responsável por ele...
Adoro mergulhar no teu olhar...
Poder ir ao mais profundo de ti...
E lá alcançar um toque na tua alma...
Adoro o toque da tua pele...
A sua delicadeza...
Suavidade e doçura...
Adoro sentir-me viver...
Poder sonhar e nas tuas asas podermos voar...
Adoro-te!