segunda-feira, 28 de maio de 2012

Saudade...



A porta fechou-se contigo...
Sem olhar para trás disseste adeus...
A tua essência perfuma o meu ser...
Sinto os teus passos no meu chão...
Mas olho o outro lado da minha cama...
E dela sinto a tua ausência...
Sussurro o teu nome na almofada...
Confidencio a saudade de quem te quer tanto...
Fecho os olhos e quero sentir-te de novo...
Mas olho o outro lado da minha cama...
E nela o vazio impera e governa...
Sinto a saudade no meu peito...
A saudade do brilho do teu sorriso...
Do sabor doce do teu mel...
A saudade de te amar...
E em todos os meus dias contigo sonhar...
Sinto saudade!

Sem comentários: