sábado, 23 de junho de 2012

Nas nossas mãos...




Tempos e momentos…
Passam nas horas e alegram os pensamentos…
Vividos de alegrias e felicidades…
Outras angústias e ansiedades…
Ou até dores e sofrimentos…
É deles que se faz o dia…
É neles que recordamos a vida!...
Cruzam-se tempos e baralham-se os contratempos…
Pessoas especiais e expressões meramente banais…
Emoções plenas e sentimentos altivos…
Verdades sentidas e sem pressa de tempo vividas…
Respostas fingidas e por vezes mágoas escondidas…
Num ritmo acelerado e por vezes descontrolado…
Ou um pouco devagar e sem pressas de lá chegar…
Contigo a meu lado sei o que é sonhar…
Contigo a meu lado sei o que é poder voar…
Sem ti a meu lado é o desastre…
O ‘tic-tac’ do relógio…
Ecoa nos meus ouvidos e tu não chegas…
O tempo passa numa corrida tresloucada…
Os ponteiros cruzam-se sem sentido…
Trocando o sentido de tudo o que ainda não foi vivido…
Parece que estão perdidos…
Outra vezes estão simplesmente parados…
O tempo passa por nós sem ter hora marcada…
Olho a meu lado e tu não estás comigo…
Sinto-me perdido e desamparado…
Pois a hora passa e tu não estás…
Talvez tenhas decidido partir…
Ou simplesmente voltado atrás…
No tempo de me amar…
São os tempos e os momentos que nos definem…
Eu e tu que marcamos o ritmo…
E num compasso só nosso…
Marcamos o nosso corpo com os nossos momentos!...

Sem comentários: