sexta-feira, 13 de julho de 2012

Fome...




Tenho fome do teu olhar...
Muita fome do teu doce tocar...
Fome de tudo o que me faz sorrir...
Fome do mundo e dele querer fugir...
Fome de ti e só de ti...
Devoro meus profundos pensamentos…
Buscando todos os belos momentos…
Devoro os seus mais sequiosos desejos…
Ansiando nossos calorosos festejos…
Devoro teus sonhos procurando por mim…
Devoro, me devoro procurando por ti!...
A fome que rasga o meu coração...
É a mesma que rasga meu desejo...
Entro em desespero em loucura de paixão...
Tento, mas não consigo sacia-la e fracasso antevejo...
Tão poucos são os livros que falam de amor...
Tão poucos são os sentimentos que abafam esta dor...
Tão pouco é o pouco que resta...
Tão pouco é o muito que tens para a festa!...
 

Sem comentários: