quarta-feira, 18 de julho de 2012

Tu e eu...



Abro meus braços para o mar…
Sinto meus pés afundarem na areia molhada...
Deixando marcado o chão que piso…
Um imenso mar azul está à minha frente…
Reflectindo gotas douradas pelo sol e areia…
Pensei em ti nesse momento e agradeci…
O dia em que nossos caminhos se cruzaram…
Pelos beijos húmidos de maresia…
Pelo abraço apertado a me proteger do vento…
Pela íntima conversa silenciosa dos olhos...
Passos enriquecedores em meu caminhar…
Sinto a areia molhada e minha alma…
Marcada pela paisagem...
Este momento tem sentido na minha alma…
Este momento tem sentido na minha vida...
Um passo atrás para quem sabe dar dois em frente…
Uma lágrima serena escorre pela face…
Formando um secreto sorriso...
Passado o vento na tarde que se fez verão…
Em minha vida, esvaneceram alguns sonhos…
Mudou o tema da poesia…
Muitas histórias para contar...
Envelheceram as linhas do rosto e do corpo…
Mas o coração solto, liberto ainda quer amar…
Por vezes lento e invasivo, o amor chega sem avisar…
Outra vez laço de abraço e o gosto do beijar…
Nos desvarios das horas na praia...
Continuo meu passeio na areia molhada…
Perdida na memória dos meus passos…
Vou deixando as ondas para trás e…
Sigo em tua direcção para te encontrar…
Além da estrada, além do tempo para…
Viver este presente de amor...

Sem comentários: