sábado, 14 de julho de 2012

Vertigem...




Uma miragem longínqua de alguém que nunca conheci…
Uma vida repleta que um dia a ti ofereci…
Uma tentação reprimida que um dia quis ter…
Um sorriso aberto, tudo o que queria ver…
Alguém melhor do que poderia encontrar…
Alguém com quem pudesse sonhar…
Um sonho com gosto amargo…
Como um barco frágil que balança ao largo…
Um anjo com asas quebradas…
Um desejo aberto de voar de mãos dadas…
Alguém inventado por mim…
Sei que não, pois tu és real...
Alguém que um dia quis conhecer…
Tanto que chegou a ser difícil de perceber...
Alguém que sempre esteve em mim…
Cheguei a pensar que nunca existiu…
Um remake de um filme antigo…
Um oásis imaginário no meio da seca…
Um ideal inalcançável…
A perfeição absurda…
Que apenas residia em minha mente…

Sem comentários: