sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Perfeição...




Escrevo versos e poemas…
Em busca da suprema perfeição…
Para que possam ser como tu…
O maior encanto de toda multidão…
Tu és a perfeição exagerada…
Invejada por todas as mulheres...
És a beleza pura e descontrolada…
Que desconcerta o meu coração…

Tu és aquilo que se pode chamar…
A perfeição que não pode existir…
A felicidade que quero abraçar…
O amor que desejo sentir…

Qual a perfeição que neste poema encontras?…
Sendo eu aprendiz na arte de escrever…
Entre folhas e mistérios me embaraço…
E confundo coisas fáceis de entender…
Entre papéis e palavras sou ingénuo…
Mas sou ilustre na arte de amar…
É nesse amor que me recolho e contínuo…
Que inspirado em ti aprenderei a rimar…

Sem comentários: