segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Cheguei...



Aqui cheguei neste fim de tarde...
No horizonte uma imensidão de mar...
Para trás muita coisa sem deixar saudade...
Aqui estou de peito aberto para recomeçar...
Contemplando a tua força neste banco sentado...
Sinto o teu sopro meus pulmões inundar...
Hoje mais um passo para libertar o passado...
E no presente viver e muito sonhar...
Na areia estendes toda a tua espuma...
Ao longe um navio que cruza o meu olhar...
Sento-me vendo a gaivota e a sua pluma...
Mesmo antes de ir fazer o meu jantar...
Nestas linhas que escrevo eu me deito...
Sinto o coração batendo forte no meu peito...
Mostrando que tudo isto não é sonho mas real...
Aqui me tens neste fim de tarde...
Pensando em ti e em toda a saudade...
Sinto a brisa fresca que vem do mar...
Mas era a ti que agora desejava abraçar...

Sem comentários: