quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Linhas...



Tomaste as linhas da minha mão...
E nela o teu corpo inteiro tatuaste...
Com ela conquistaste o meu coração...
Para a vida para sempre o resgataste...

Como uma pipa no céu solta ao vento...
Tu entraste e transformaste a minha vida...
Traçastes o nosso caminho pelo relento...
Em viagens de intensidade nunca sentida...
Num ritmo descompassado mas perfeito...
Deixas o meu coração forte a cada batida...

Dando à minha vida um rumo e direção...
Transbordando a alegria e a pura paixão...
Queria ser eu um motor forte e cortante...
Limpando montes e vales no horizonte...
Para que na paisagem sinta a liberdade...
Próximo de ti me sinta e deixe a saudade...

Tomaste as linhas da minha mão...
E elas a ti intensamente se ligaram...
Com ela conquistaste o meu coração...
E na companhia do teu eles se amaram...

Sem comentários: