quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Pássaro Livre...




Eu sou pronto para voar...
Como um pássaro de asas livres...
Sou de novo pronto a sonhar...
Bato as asas e voo até Londres...
Fui um passarinho ferido pelo predador...
Caído no meio do deserto, na escuridão...
Tudo parecia acabado era imensa a dor...
Estava condenado a deixar parar o coração...
Curei as minhas feridas e devolvi o amor...
Posso assim voar livremente para onde eu quiser...
Onde de novo sentir o acolher e o profundo calor...
Vou cantar esta liberdade enquanto eu puder...
As feridas outrora abertas estão saradas...
No horizonte vejo os sonhos e a liberdade...
Deixo as mágoas em ondas enfim passadas...
Sinto-me seguro para abraçar de novo a felicidade...



Sem comentários: