quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Impossível...



Impossível pensar sequer em fechar-te, tu nasceste de um sonho, nasceste de uma partilha, és e sempre serás o meu refúgio, a minha cidade, o meu espelho de alma!
Não voltarei a deixar-te na escuridão, desculpa-me por isso! tu és a minha porta para um lugar melhor!
Somos um do outro e assim ficaremos para sempre... até que a morte nos separe!

Sem comentários: