quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Sombras...




Na sombra do teu olhar,
o meu ser vou esconder.
Capaz de no alto voar,
e de as asas estender.

O sol na tarde quente a brilhar
Um corpo que projeta a luz
Adormecido nas ondas do mar
O astro rei que no alto me seduz.
Sinto o desejo em mim a crescer
Nestas palavras me vou banhar
Solto as rédeas do meu escrever
Na sombra intensa do teu olhar.

Quero caminho que me faça fugir
De tudo o que não me deixa ver
O que me impede de poder sentir
Nova paixão desde o amanhecer.
Sigo o rumo das portas que abrir
Em direção aos sonhos alcançar
Capaz de por vezes poder cair
Mas mais forte me irei levantar.

Sem comentários: