domingo, 24 de fevereiro de 2013

(Des)Enlace...



Por entre os fios de uma vida
Tempo era de uma ponta puxar
A dor ser de vez esquecida
E no mar voltar a poder flutuar
Saborear a espuma salgada
Por entre o doce do teu beijar
Tu na minha pele estás tatuada
Sendo impossível de a apagar!
O enlace dos nossos caminhos
O desenlace dos sonhos perdidos
Dando lugar a novos sonhos
Momentos fantásticos sentidos.

Sem comentários: