sábado, 27 de abril de 2013

Contigo



Contigo o tempo parece parar
Controlado por cada suspiro teu
Um sopro capaz de descontrolar
O mais calmo do mar profundo
Contigo eu sinto-me viajar
Embalado no teu respirar
Calmo e sereno
Acelerado e descontrolado
Contigo eu gosto de acordar
Sentir o doce toque da tua pele
Beijar e sentir o seu sabor único
Absorver o calor que irradias
Contigo eu sou mais feliz
Os dias ganham muito mais sentido
Vivo nas nuvens a levitar
Do mundo dos sonhos não quero regressar!...

1 comentário:

Por zé Dantas disse...

Gostei dos teu textos e vi que eles são protegidos. Como proteger os meus?